Para o Desafio Fotográfico desta semana, nós trouxemos um juiz convidado especial. Martin Waugh não só é um mestre em capturar gotas de água flutuando no ar, como é chamado com frequência de inventor da foto de colisão de gotas.

Ele já esteve no Discovery Channel discutindo suas habilidades, e você pode encontrar o trabalho dele tanto em museus como em propagandas. Ou, claro, você também pode visitar o website dele.

Nós nem sempre concordamos com nossos favoritos, mas por isso mesmo os resultados desta semana ficaram ainda mais interessantes. Sem mais delongas:

Foto inicial, escolha do Mark Wilson

Feita com uma Canon 550D com lente Sigma 50mm montada em um tripé.

Um copo d’água foi colocado em uma superfície preta para não refletir a luz de cima, com uma camiseta preta como plano de fundo. Tirada à luz do sol com o plano de fundo inclinado, para fazer sombra e deixar a imagem mais escura.

Peguei uma colher de sopa de leite e comecei a pingar, e voilà.

Obturador: 1/2500; exposição: f/5.6; ISO 400

-Emil Brikha

Escolha do Mark Wilson

Tirada com uma Canon 5D Mk II a 58mm, 1/200, f/22, ISO 200. Eu qeuria criar algo um pouco surreal, então eu coloquei um caderno com espiral sob uma forma de vidro transparente cheio com um pouco mais de 1cm de água. Para a iluminação, usei um flash solto da câmera a 1/4 da potência. Eu coloquei minha mão direita segurando o lápis na borda da forma, enquanto segurava uma sacola plástica cheia d’água pingando perigosamente perto de todo o equipamento eletrônico na minha mão esquerda. A câmera foi disparada pelo meu pé direito por um controle remoto no chão. Esta foi minha primeira vez tentando fazer uma foto de gota d’água, e levou umas 500 fotos para sair certo.

-Garry Kline

Escolha do Mark Wilson

Esta é minha foto. Eu decidi tirar foto de uma gota d’água de fato, antes de respingar. Favor considerar isto como participante do concurso.

Câmera: Canon T1i, lente padrão 18-55mm, ISO 200, F/0.8, 1/2000, flash Canon 430exii

Eu tentei capturar uma gotícula d’água perfeita antes de cair na superfície. Eu tirei o flash da câmera usando um cabo ETTL, e o apontei para a pia. O resultado foi uma iluminação distinta da cena por trás da gota d’água, e um reflexo mais nítido e mais brilhante da gota.

-Justin Alexander Veenema

Escolha do Mark Wilson

Nikon D300s, lente Nikkor 150mm F/2.8, 1/125, f/8, ISO 200

Fora de casa, no pátio,com luz natural, uma vela de citronela no fundo deu a cor vermelha. O flash SB-900 foi disparado à esquerda da câmera pelo flash primário SB-900 na D300s.

Redimensionado no Adobe Lightroom, nitidez aumentada no Nik Software RAW Output Sharpener.

-Chuck Pepper Jr.

Escolha do Mark Wilson

Instalação geral: plano de fundo colorido e listrado atrás de uma tigela cheia de água e uma câmera em um tripé na frente dela.

Iluminação: flash iluminando o plano de fundo atrás da gota

Configurações da câmera: Canon EOS REBEL T1i, 1/200, f/8.0, ISO 100, lentes EF100mm f/2.8 Macro USM, distância focal 100mm

-Ivan Grinkevich

Escolha do Mark Wilson

Canon 5D Mark II, lente Canon Macro 100mm f/2.8, flash 580EX com difusor Fong, transceptores Pocket Wizard Mini TT1 e Flex TT5 para disparar flash

Minha filha e eu equilibramos uma tigela azul de plástico cheia de água entre duas cadeiras e colocamos o flash sob a tigela, apontando para cima. Então pingamos gotas de Grenadine na tigela, e tentamos ajustar o obturador para coincidir com o momento de impacto da gota.

-Jesse Zibble

Escolha do Martin Waugh

Canon 5D Mark II f/22 B (disparador por cabo), lente macro Canon 180mm, flash externo 580EX II, flash externo 430EX, flash duplo MT-24EX, disparador feito em casa (microcontrolador PIC com laser e célula fotoelétrica)

Todos os flashes a 1/64 da potência para menor duração do flash, com feixe laser disparador a cerca de 6cm acima da gota, disparado de 30 a 200ms, com retardamento usado para diferentes fotos

[Waugh: Bom uso da iluminação "bright-field" para realçar as bordas da água com uma linha escura. E as cores primárias brilhantes contrastam com o preto e branco da gota.]

-Randy Heisch

Escolha do Martin Waugh

Canon 7D, tubo de extensão de 12mm, lente Canon 50mm F/1.8, flash Canon Speedlight 430EXII (na direita), flash Opteka EF600DG-C (na esquerda), velocidade do obturador: 1/25s, Esposição: F/11, ISO: 100, distância focal: 50mm

Leite integral, caneca, sacola com um furo, suspensa a cerca de 45cm acima da caneca, plano de fundo é um pedaço de feltro azul

[Waugh: Simetria e equilíbrio perfeitos. O branco no azul tem a beleza da porcelana de Delft.]

-John Lavin

Escolha do Martin Waugh

Canon 50D, lente Sigma 70-200mm 2.8 II, f/9, 200mm, 1/200s, ISO 400, flash sem fio usando disparadores genéricos do eBay

Eu queria criar algo intenso e divertido e foi isso que eu criei. Estou feliz de ter uma chance de tirar minha câmera da bolsa.

-Aurimas Liutikas

Escolha do Mark Wilson e do Martin Waugh

A técnica é simples :) Nós temos uma gota que cai na água e respinga, e a segunda desce colidindo com a primeira. Este link dá um pequeno exemplo.

Nikon D90 a 2 segundos com f/16, 2 flashes externos Metz conectados a um dispositivo que controla o timing, para que o flash congele o momento.

[Waugh: Boa captura de colisão de gotas. Bela prrofundidade na foto e o ponto focal foi bem escolhido. As cores se destacam bem contra o plano de fundo.]

-Silviu Bondari

Escolha do Mark Wilson e do Martin Waugh

Esta foto de gota d’água foi criada enchendo um refratário com água e então fotografando as gotas da torneira da pia, para que eu controlasse facilmente o fluxo e o timing das gotículas. Eu usei uma Nikon D90 em tripé, com lente AF Zoom-Nikkor 35-70mm f/2.8D e flash externo Nikon SB-600. O flash refletiu dois pedaços de papel vermelho e azul para colorir a água. O foco foi feito manualmente. Esta é uma de 300 fotos tiradas no período de uma hora.

Sobre a exposição (manual): 1/125s, f16, ISO 200, dist. focal 70mm; exposição do flash: 1/16 da potência.

-Mac Mirabile

Escolha do Mark Wilson e do Martin Waugh

A foto em si se chama "…Com Leite?" e mostra uma pequena gota de leite em uma xícara de café.

Ela foi tirada com uma Pentax K20D com lente DA 55-300 f4.0-5.8 ED, usando flash Metz 48 AF-1 como flash secundário do lado.

Eu configurei a câmera assim: 1/160s, f11, ISO-400, flash interno -2EV, flash externo Metz +3EV

Eu usei uma placa de isopor com papel branco colado nele, para preservar o plano de fundo branco. Então eu configurei o flash Metz a exatamente +3EV como flahs ótico secundário e o coloquei em cima de um monte de livros, à esquerda da xícara. O flash interno precisa estar configurado a -2EV, ele não deve usar potência alguma para iluminar a foto. Depois de um pouco de testes, eu descobri que a gota de leite, caindo de cerca 50cm acima da xícara, gerava os melhores resultados.

-Moritz Schwertner

Vencedor – Mark Wilson

Gota de leite

Canon 30D, lente macro Canon 100mm f/2.8, f/10, 1/250s, flash Canon 430EX

[Wilson: Acima de um redemoinho, uma esfera branca perfeita flutua sem que a gravidade a perturbe. Mas o que torna esta foto a vencedora, por algum motivo, é a bolha de leite embaçada na frente.]

-Chris Andrews

Vencedor – Martin Waugh

Refratário preto transparente cheio de água. Uma toalha de mesa amarela pendurada atrás da tigela.   Feita com uma Canon Rebel XS usando lente kit (28-105, f3.5-4.5). Com a câmera a alguns centímetros acima da tigela e o mais próximo possível (a distância mínima de foco é de 46cm, eu acho), eu dei zoom o máximo que pude, e abri o obturador o máximo possível. Liguei o flash e o configurei para a velocidade mais rápida possível (que é listada como 200ms com o flash ligado, mas eu acho que a duração do flash é menos que isso, e quase não havia outra iluminação na sala…). Mantive o ISO a 400 para evitar muito ruído na imagem. Coloquei o timer em 2 segundos e usei um conta-gotas… E repeti o processo…

[Waugh: uma formação clássica de gota com respingo (este estágio do ciclo de vida da gota geralmente se chama de "aumento", ou "spike"). O uso de espaço negativo provoca o olho e deixa as ondas contrastarem com a superfície lisa. E a escolha de cor ecoa nas ondas suaves.]

-Eric Kornblum

Galeria 1 (veja em uma só página)

Galeria 2 (veja em uma só página)

Galeria 3 (veja em uma só página)

As 195 fotos que participaram do Desafio Fotográfico desta semana — marcantes gotas de líquido suspensas, respingando no tempo — provam algo que muitos de nós nem percebemos: há mais bons fotógrafos hoje do que em qualquer momento do passado.

Você com certeza quer algumas dessas fotos em resolução maior, e você vai encontrá-las na nossa galeria no Flickr. Um obrigado a todos que participaram do concurso esta semana: vocês definitivamente se superaram. A próxima chamada para o Desafio Fotográfico será feita, como sempre, às quartas-feiras, e você pode acompanhá-las por este link ou pelo Facebook.