A pré-venda do iPhone 4 pela AT&T e pela Apple Store começou ontem nos EUA. Porém, uma sequência de problemas nos servidores da empresa e da operadora causaram um enorme caos, com direito a filas, informações vazadas de forma estranha e muita bagunça. O motivo, pelo visto, foi a surreal venda de 600.000 iPhones em poucas horas. E poderia ter sido bem mais.

O que era para ser o primeiro dia de venda do iPhone 4 tornou-se um caos. Nas lojas da AT&T e da Apple, filas e mais filas se formaram, já que os sistemas caíram em tempo recorde. Com vários pedidos por minuto, os servidores da AT&T foram os primeiros a falhar. Pouco tempo depois, a Apple Store também acusou o golpe. O bizarro, claro, é que ninguém saiu com o aparelho nas mãos. Essa pré-venda é apenas para colocar esses compradores na frente da fila no dia do lançamento, 24 de junho.

Para completar, inúmeros usuários relataram que, ao logar no site da AT&T, a conta de outro usuário era acessada. Ou seja, o caos tomou proporções perigosas. Poucas horas depois, a AT&T simplesmente cancelou a pré-venda. A operadora alegou que a procura foi 10 vezes maior do que a pré-venda do iPhone 3GS. Traduzindo, a AT&T confirmou que seus servidores não estavam nem um pouco prontos para uma turba maluca de applemaníacos. A situação ficou tão feia que algumas lojas fizeram pré-vendas no velho estilo do papel e caneta.

O dia seguinte

Hoje, a Apple anunciou os seus números. Com um ar de orgulho, mas também com um pouco de vergonha, os camaradas de Cupertino contaram que nada menos do que 600.000 iPhones 4 foram pré-vendidos em menos de um dia. Segundo eles, é a maior pré-venda da história do iPhone em 24 horas. Claro que depois dos louros da vitória, as últimas linhas diziam:

Muitos consumidores foram bloqueados ou abandonaram o processo por frustração. Nós pedimos desculpas a todos que encontraram dificuldades, e esperamos que eles tentem de novo ou visitem uma loja da Apple ou da operadora quando o iPhone 4 estiver em estoque.

A grande dúvida agora é: se a pré-venda, que não é nada mais do que entregar o número do cartão de crédito para a Apple e para a AT&T, foi esse caos total, as empresas estarão prontas para o dia 24 de junho? As filas da Apple costumam ser divertidas e felizes, com applemaníacos à postos, mas e se novamente o sistema falhar e muita gente ficar sem o iPhone 4 no bolso? Applecalipse?