O YouTube está infestado de anúncios não é de hoje — mas para os usuários tirarem uma grana dali, eles precisam ser aprovados pelo Google como populares, virando então “parceiros” e recebendo uma pequena fatia do faturamento derivado dos anúncios. Não mais: agora qualquer zé ninguém pode ganhar dinheiro com seus vídeos.

O anúncio significa que qualquer usuário do YouTube com uma única peça de conteúdo qualificado pode monetizar seus vídeos, desde que ele esteja baseado em um dos 20 países abrangidos (Brasil no meio!), virando assim um parceiro.

Existem algumas ressalvas: no momento a opção só está disponível para usuários existentes e diferente do sistema de parcerias, banners e miniaturas personalizadas não estão incluídas no acordo. Entretanto, mais recursos devem chegar logo:

“Nós também reconhecemos que os banners e miniaturas personalizadas são recursos requisitados por muitos criadores [de conteúdo]. Estamos trabalhando para tornar esses e outros disponíveis para mais novos parceiros ao longo do tempo, como já fizemos com o upload de vídeos longos e monetização.”

Como se o YouTube já não tivesse anúncios o bastante, em breve ele estará ainda mais carregado. [YouTube via The Verge]