A Alemanha não gostou muito de saber que esteve na mira da NSA nos últimos anos. E parece que o pessoal por lá decidiu tomar uma medida drástica, substituindo computadores por equipamentos mais seguros: máquinas de escrever.

Ao falar em um programa alemão de TV, Patrick Sensburg, diretor do comitê de investigação da NSA do parlamento alemão, explicou que ele está levando a segurança operacional “muito a sério”. Ele continuou dizendo que “na verdade, já temos [uma máquina de escrever], e é uma máquina de escrever não-eletrônica.”

Não é um retorno completo ao passado, no entanto: o governo está reprimindo o uso de smartphones, mas também encorajando a criptografia e garantindo que telefones sejam auditados. “Queremos garantir que nossas comunicações internas usem  emails e telefones criptografados, e outras coisas que não vou mencionar”, explicou Sensburg. Talvez ele estivesse falando em se comunicar a partir de cordas e copos. [Moma via Ars Technica]

Imagem por Cody Geary sob licença Creative Commons