Em abril, a Amazon anunciou que expandiria sua Appstore para quase 200 países, incluindo o Brasil – mas por aqui, ela só estaria disponível “nos próximos meses”. Ela estreou hoje, e oferece apps pagos de graça para Android.

Esta é uma das principais diferenças entre a Amazon Appstore e o Google Play. Com os Apps Grátis do Dia, você leva itens normalmente pagos sem gastar um centavo. Durante a primeira semana, você poderá baixar de graça apps como Angry Birds Seasons (sem anúncios), TuneIn Radio Pro, Cut the Rope e Age of Zombies.

Na loja brasileira, são mais de 131.000 apps, incluindo títulos nacionais como bancos (Itaú e BB), revistas (Veja, Época) e infantis (Turma da Mônica, Galinha Pintadinha). Ao contrário do Google, a Amazon testa todos os apps antes de publicá-los na Appstore.

Além disso, os apps são pagos em reais, ou seja, você pode usar cartão de crédito nacional, e não haverá cobrança de câmbio ou IOF. Recentemente, alguns dos maiores bancos – Bradesco, Itaú e Santander – pararam de aceitar pagamentos em real no exterior. Por isso, o Google eliminou o pagamento em reais na Play Store brasileira.

Por fim, alguns apps pagos são mais baratos na Amazon, ou chegam primeiro por lá. Por isso, é melhor ter as duas lojas – Appstore e Google Play.

Usar a Amazon Appstore requer três passos:

  • no seu smartphone ou tablet, vá até Configurações > Segurança e ative a opção Fontes Desconhecidas (se você não encontrá-la, vá até Configurações > Aplicativos);
  • abra o navegador, vá até www.amazon.com.br/baixeappstore e toque em Download;
  • abra as notificações, abra o arquivo AmazonApps-release.apk, toque em “Instalar” e depois em “Abrir”. Agora é fazer login com sua conta da Amazon.com.br e usar a loja.

Infelizmente, a loja brasileira não tem um recurso bem bacana da Appstore americana: o Test Drive permite testar apps pagos – no celular ou no computador – sem pagar por eles. Você tem dez minutos, e não precisa baixar o app: ele roda na nuvem, através de virtualização.

Será que, com uma loja de apps no Brasil, a Amazon enfim lançará seus tablets por aqui? É possível. Vale notar que ela já vende a linha Kindle Fire para 170 países, mas o Brasil não está na lista – provavelmente a operação local da Amazon seria responsável por seu lançamento aqui.

Conheça a Appstore no link a seguir: [Amazon Brasil]