O Google se esforçou bastante para falar o que é divertido no Ice Cream Sandwich. Ele certamente é avançado, e poderoso, e mais focado no humano do que os Androids anteriores. Mas eu não tenho certeza se eu chamaria isso de divertido. E isso é um problema.

Diversão é algo que você faz porque quer. Diversão é mais do que apenas distração, é prazer. É algo que transcende. E eu não tenho certeza se o Google consegue ser divertido. Eles têm um bom entendimento que iria atrair objetivamente um ser humano, da mesma maneira que um Cylon teria. Mas o Ice Cream Sandwich, apesar de poderoso, não é uma experiência divertida. Mesmo com todas as suas funções matadoras, ele não consegue afastar o estilo frio e distante que infelizmente se tornou uma característica do Android.

A sem a diversão, você pode acha-lo útil e até mesmo essencial, mas não tenho certeza se você irá amá-lo.

Desde a primeira vez que eu usei um G1, o Android sempre me pareceu mais poderoso que o iOS da Apple. O Android sempre teve mais funções impressionantes, vindas direto do futuro. Oh, o iOS 5 pode acionar um alerta quando você chega em um certo local? Que gracinha, mas eu já fazia isso com o Locale no Android em 2008. Processos no background. Notificações. Navegação native. Layers. NFC. Etc. O Android sempre tentou inovar onde era possível. Isso é admirável, mas frequentemente complicava a usabilidade. E então chega o Ice Cream Sandwich.

Nós iremos dar uma olhada no próprio Samsung Galaxy Nexus depois. Mas hoje nós queremos dar uma olhada no motor que ele usa. Ice Cream Sandwich é de longe o SO Android mais fácil de usar que eu já testei, em um smartphone ou tablet. É o primeiro que não parece tão digital e robótico que você tem vontade de colocar na orelha para tentar ouvir bipes e zumbidos mecânicos. Ele contém todo aquele poder que você deseja com apps de Android, mas coloca em um pacote humanamente amigável. É rápido e responsivo. Já vem pré-carregado com ótimos apps do Google que você irá usar assim que liga-lo. Você irá querer mergulhar no Ice Cream Sandwich e começar a explorar. E eis o que você irá encontrar.

Os pequenos grandes toques

Tudo aqui funciona um pouco melhor do que antes. Usar um Samsung Galaxy Nexus com Ice Cream Sandwich lado a lado com o Samsung Galaxy SII rodando Gingerbread foi revelador. Este último pareceu desajeitado, quadrado e cru em comparação. O Galaxy Nexus era mais bonito de se ver e mais fácil de usar.

Vamos começar pela aparência. O ícone do telefone, por exemplo. No Gingerbread padrão, é um telefone verde sem graça. Se você olhar com atenção, verá uma sombra perto da parte da orelha e da boca, mas na maior parte ele parece, bem, chapado e sem graça. No ICS, o ícone é um handset sem bordas que flutua e paira. Ele tem um rico sombreamento e diferenciação de cor que sugere profundidade e contorno. Ele parece convidativo. Ele praticamente diz “Me ligue”.

Essas sutis melhoras na interface estão em todo lugar. Tudo no ICS é um pouco mais texturizado, mais arredondado, melhor pensado em termos de design. Mesmo sua fonte, uma mistura de Helvética, Myriad e algumas outras, parece mais suave e mais moderna do que a família Droid que a precedeu. É visualmente muito mais atraente do que o Gingerbread jamais foi.

Melhor ainda, muita coisa do ICS é mais fácil de gerenciar. Por exemplo, um link permanente para as configurações do sistema que fica na barra de notificações. Então não importa onde você esteja no OS, você está a um swipe e um toque de distancia do controle total. As próprias notificações também melhoraram bastante. Elas ainda chegam para você do topo da tela, mas você pode dispensá-las uma de cada vez ao deslizá-las passa esquerda ou direita. Nas telas de home, um novo ícone persistente na parte de baixo agora leva a todos os seus aplicativos. Ele está em todas as telas de home, pronto para mostrar todos os seus apps. Você também pode adicionar quatro outros apps nessa fileira, para que você tenha acesso fácil para os apps que frequentemente usa, como o seu browser ou e-mail.

Os quatro ícones antigos que faziam parte da fileira da home foram completamente repensados. Os ícones de busca e menu sumiram. No lugar está um único ícone de Apps Recentes que permite que você troque entre funções, ou feche apps que estão rodando com um swipe. (Também notável: Apesar da fileira de home já ter feito parte da borda física, ela agora foi movida para a própria tela, e é feita de softkeys que rotacionam quando você gira o seu aparelho.)

Apps individuais navegam melhor também. No app Books, por exemplo, as viradas de página mais animadas no ICS podem chamar atenção, mas o que brilha aqui é a maneira que você acessa as opções. Ao invés de apertar um botão na barra, você toca em uma página, e um ícone representando opções aparece no topo da tela, junto com uma caixa de busca. Aperte novamente para uma lista de opções. É simplesmente mais rápido, melhor e mais intuitivo.

E ainda tem mais. O ICS é um labirinto de melhorias e detalhes. Mas o principal é que a navegação é muito, muito melhor em dezenas de pequenas, porém importantes maneiras. Todos esses são ajustes pequenos que se juntam para passar menos tempo tentando fazer coisas e mais tempo realmente fazendo-as. Elas significam menos cliques para gerenciar seus apps.

Mais próximo de acertar

O Ice Cream Sandwich não tem nenhum dos toques esquiomorfos que você irá encontrar no iOS, e até mesmo tirou alguns que existiam no Gingerbread. Apesar de algumas vezes isso ser algo bom, outras vezes é intrigante.

Por exemplo, quando você desce até o limite da tela, ao invés de pular, ela brilha em azul. Essa puladinha funciona porque é uma coisa que frequentemente acontece na vida real quando você puxa algo além do ponto que a coisa deveria ir: ela estica e volta. O brilho azul é menos notável e menos óbvio na sua função. Estou no limite da página ou acabei de irradiar meus apps?

Mas frequentemente a vontade de experimentar visualmente compensa. Por exemplo, quando o Google trocou os Contatos por Pessoas. No Ice Cream Sandwich, os contatos sumiram, pelo menos como um app. No seu lugar tem um app chamado pessoas que puxa vários serviços, como Twitter ou Google Plus, além dos dados puros do caderno de endereços. Ele mostra diretamente atualizações no status e em alguns casos até mesmo fotos em alta resolução. No Gingerbread, o ícone de contatos é um robô. O ícone de Pessoas, por outro lado, não parece com uma pessoa. E ainda assim ele sorri para você. Em outras palavras, ele está mais amigável. E é claro, isso é outro exemplo do Android tentando se tornar mais amigável e mais focado em pessoas.

O que era bom ficou ótimo

Existem algumas mudanças maiores também, o tipo de reformulação radical que você espera de um grande lançamento.  E elas algumas vezes são excelentes, como a mudança no app da câmera para fazer fotos panorâmicas automaticamente. Tudo que você precisa é girar o aparelho e você pode capturar impressionantes paisagens panorâmicas. Eu chamo essa aqui de Abóbora na Praia:

Enquanto isso, as fotos disparam no que parece ser tempo real. A velocidade do obturador é impressionante. Tocar na tela não apenas foca, mas funciona muito bem. A detecção de rosto também foi quase perfeita. Em suma: Você irá usar pra caramba essa câmera.

Outra grande renovação que não deve ser subestimada? Digitação. O teclado do Android sempre me fez querer matar alguém. Uma das vantagens do Android que eu sempre ouvi é que você pode customizar radicalmente o teclado com um app como o Swype. Isso é ótimo. Mas o problema é que você basicamente precisa de um teclado third-party no Android. Não mais. O teclado no Ice Cream Sandwich é incrível. É responsivo, preciso, e o texto preditivo funciona muito bem.

Eis aqui o mesmo pedaço de texto, digitado tão rápido quanto eu conseguia, usando o teclado padrão no Gingerbread e Ice Cream Sandwich.

Ice Cream Sandwich:

So, I’m just trying to writs something s bit longer here, as quickly as I can withour! Regard for typos or errors.
I just want to see how quickly I can use the keyboard, and in fact it seems greatly improved.

Gingerbread:

So, Im just tryibg to write something a bit lobger here as quivkly as i can without revard for tyops or errors.
I just want to see how quickky i canbuse ge keyboard and i face it seems greatly imporved.

É uma grande melhora, mas ainda não é perfeito.

Você está forçando a barra

Algumas vezes o Ice Cream Sandwich praticamente implora para você curti-lo. Leve em consideração os efeitos de vídeo embutidos. Eles fazem coisas como aumentar o seu nariz ou diminuir a sua cabeça.  Eles são bem legais, da primeira vez que você os encontra porque ele não simplesmente altera um ponto na tela onde o SO acha que seu nariz e boca estarão; ele realmente reconhece as suas características faciais e as distorce mesmo se você mover sua cabeça de um lado para o outro ou para frente e para trás. No guia para os efeitos de vídeo, o Google oferece a seguinte orientação: “Nota: Isto é divertido.” Obrigado, Google. É bom saber.

E tem as funções sociais. O Google apostou alto no Plus. Ele está usando o Ice Cream Sandwich para empurrar o Plus como cerveja em um bar. O Plus está por toda parte. Ele vem com apps para o Plus e o G+ Messenger de fábrica. Suas fotos são automaticamente enviadas para o Google Plus. Opções de compartilhamento, mesmo para a mídia, todas levam para o Plus.

Você nem sempre irá querer essa integração com o Google Plus. Muitas pessoas que eu nunca irei querer enviar e-mail, mensagens ou ligar estão listadas no meu app de Pessoas porque elas são contatos do Google Plus. Apesar de você poder selecionar quais círculos quer mostrar, se, assim como eu, você não investiu muito tempo arrumando seus círculos, você acabará com centenas de conhecidos ou simplesmente nenhum. Pior, quando eu tentei enviar um e-mail para a minha esposa, ele enviou um para mim. Por quê? Porque ela nunca tinha completado o profile do Google Plus. E por alguma razão, as informações do Google Plus dela estavam repletas com os meus dados. Não tem como editar isso. Eu eventualmente desliguei a opção de sincronizar meus contatos do Plus porque era irritante demais.

Eu admiro a tentativa, entretanto ela não funciona bem. O Android não é simplesmente um robô. É um robô com características humanas. E se tem uma coisa que falta no SO Android do Google, é humanidade. Apesar de extremamente avançado, ele nunca foi uma pessoa.

Homem versus máquina

O Ice Cream Sandwich é a tentativa do Google de tornar o Android não apenas mais avançado do ponto de vista tecnológico, mas também mais humano. Ele tem vários pequenos traços de humanidade espalhados. Desde o app Pessoas que está na frente por padrão, apara a profunda-porém-equivocada integração social com o Google Plus, até aqueles efeitos de vídeo engraçadinhos. Quer dizer, você destrava o aparelho com o seu rosto. O Ice Cream Sandwich é a tentativa do Google de fazer design para seres humanos. E ele consegue, na maior parte.

E é claro, o Ice Cream Sandwich é uma brilhante realização tecnológica. Ele está repleto de funções poderosas, como uma ótima ferramenta de gerenciamento de dados, edição de fotos, e NFC que permite que você faça coisas como compartilhar fotos ou vídeos entre aparelhos simplesmente encostando os dois.

Esse foco em tecnologia do futuro pode eventualmente ser um ponto negativo. Um aparelho Android antigo tipicamente parece mais velho do que realmente é. Quando a sua vantagem é a tecnologia, o tempo é sempre o seu maior inimigo.

E de muitas formas, ele ainda parece precisar de um pouco mais de acabamento. Ele precisa do polimento do iOS ou do Mango. Passeie por uma lista de álbuns do Rdio no ICS e no iOS 5 lado a lado e é visível o quão mais fluida é a última UI. A versão do iOS se move em uma velocidade mais variável e natural e desliza antes de parar. A versão do Android se move aos trancos e para mais abruptamente.  (Você pode aliviar isso, forçando a renderização de GPU para apps third party, mas ainda é notável). Os cantos são mais quadrados nos ícones de álbuns no Android, dando uma aparência mais quadrada e menos sofisticada. Mesmo em apps nativos, como o Navegador Web, eu notei que o texto tendia a escorregar pela tela, ao invés de fluir.

Mas como um todo, é um update maravilhoso, poderoso e visualmente interessante. É certamente a versão mais amigável para o usuário do Android até agora. É mais fácil de navegar, mais responsiva e uma experiência melhor no geral. Como um usuário de Android de longa data, eu realmente curti. Eu acho até persuasivo. Mas como fui convertido recentemente para o iOS5, eu não sei se é suficiente para me fazer voltar.

Eis aqui um exemplo final para ilustrar o que eu quero dizer. O Ice Cream Sandwich torna realmente fácil tirar uma foto e compartilhar com todos os meus contatos e círculos no Google Plus. O iOS torna realmente fácil tirar uma foto e compartilhar com o meu pai em um cartão postal no correio dos Estados Unidos. O correio envolve bem menos tecnologia. Mas de sua própria maneira, é muito mais divertido. Para a maioria das pessoas, a tecnologia ultrapassa os ciclos de atualizações. Em dois anos, o estilo e o flash podem sumir. Mas a diversão persiste. A diversão importa.

Competência é uma coisa boa, mas eu prefiro prazer.