O Wall Street Journal diz que a Apple tem centenas de pessoas trabalhando em um projeto secreto: uma minivan elétrica. Segundo a Reuters, o carro da Apple é autônomo, ou seja, dirige sozinho.

>>> Seguindo passos do Google, Uber quer criar carros autônomos

No entanto, uma fonte anônima próxima ao projeto diz à Reuters que o foco não é o carro, e sim o software que o controla: “tem a ver com software, é tudo sobre a condução autônoma”. O objetivo é desenvolver um concorrente para outros projetos semelhantes – incluindo o do Google.

Ou seja, parece que a Apple está mais interessada no sistema operacional e na interface dos carros do futuro que nos carros em si. Da Reuters:

… é possível ganhar dinheiro com o sistema operacional para um veículo autônomo, e com os serviços associados à condução autônoma, como mapeamento de alta definição, serviços de carsharing e de recarga para veículos elétricos, disse a fonte da indústria automobilística.

Segundo o WSJ, o projeto – codinome “Titan” – é liderado por Steve Zadesky, vice-presidente de design na Apple e ex-executivo da Ford. E como nota o Financial Times, a empresa também contratou Johann Jungwirth, ex-presidente da Mercedes-Benz Research & Development.

O projeto teria sido aprovado em 2014 por Tim Cook, e está previsto para durar anos – é perfeitamente possível que a Apple o abandone nesse meio tempo. Mas se ele virar mesmo realidade, pode ser que não nos traga um iCar, e sim um carro de outras fabricantes rodando software da Apple.

Nos últimos meses, alguns carros da Apple foram vistos em Nova York e na Califórnia dirigindo pelas ruas com um LIDAR na parte de cima. Esse dispositivo mede distâncias iluminando um alvo com um laser e analisando a luz refletida. Ele é usado tanto nos carros do Street View – para transformar as fotos das ruas em modelos 3D – como nos carros autônomos do Google, para ajudar na navegação.

A Apple já está apostando em software para carros: o CarPlay, projetado para permitir que o usuário utilize o iPhone de forma segura, com foco em comandos por voz através da Siri. O iOS foi atualizado recentemente para a versão 8.3, que permite usar o CarPlay sem conectar o iPhone ao carro (o Android Auto ainda requer uma conexão USB).

Parece que a empresa está muito interessada em controlar a plataforma da próxima geração de carros. Ela seria uma concorrente do Google nessa área, e também da Tesla: a empresa do bilionário Elon Musk produz carros elétricos com sensores que aumentam a segurança ao dirigir, e também planeja criar um carro totalmente autônomo. [WSJReuters e Financial Times]

Imagem por Michael Hession