A partir de hoje, os clientes do Bradesco poderão solicitar um novo sistema em caixas eletrônicos: em vez de senhas de seis dígitos, o usuário colocará a palma da mão em um sistema biométrico. E ela pode ser a única senha necessária para o usuário fazer transações e saques.

O banco não especificou se todos os caixas eletrônicos da rede já contam com sistema biométrico. Mas sabemos que o ato de usar a palma da mão para acessar a conta é cheia de ares futurísticos. Já no pensamento mais concreto, fica a questão: se antes era “levante a mão e digita a senha aí”, os assaltos futurísticos serão “abaixa essa mão e abre bem a palma da mão, coroa”? [Folha]