Uma brecha de segurança no sistema da AT&T expôs nada menos do que 114 mil iPads nos EUA que acessaram a internet usando a rede 3G. O mais assustador é que as informações dessas pessoas foram expostas, e grandes nomes do exército americano e da mídia estão inclusos na lista.

Dentre os nomes, a Gawker encontrou nomes como o de Les Hinton, CEO da Dow Jones, Michael Bloomberg, fundador da Bloomberg e Ann Moore, CEO da Times Inc. Como o iPad 3G foi lançado há pouco tempo, é um processo natural imaginar que os peixes grandes da comunicação tenham os primeiros modelos vendidos. Mas o problema se extende, com vários nomes ligados ao exército e ao governo americano.

Segundo a reportagem, a brecha foi encontrada por um grupo denominado Goatse Security, criado dentro do 4chan e já famoso por achar brechas no Firefox e no Safari. Usando um script encontrado no site da AT&T, a equipe conseguiu informações do ICC-ID dos usuários, valor diretamente ligado ao cartão SIM conectado ao iPad. Eles avisaram a AT&T, que fechou a brecha, mas já era tarde demais.

As consequências do ocorrido podem ser complicadas, principalmente para a AT&T, principal culpada do vazamento. A lista pode já estar rodando a internet com o e-mail de CEOs, generais, integrantes do Senado americano e até doutores da NASA. Há também a dúvida se o acesso por meio do ICC-ID foi realmente fechado. Se ele continuar sendo frágil, a AT&T pode sofrer mais ataques e sua situação pode ficar ainda pior. A operadora vem sendo criticada com frequência por conta de sua rede problemática. E a Apple, de tabela, também ouve críticas por ter até hoje exclusividade com a operadora, tanto do iPad quanto do iPhone. Será que uma enorme falha como essa pode mudar a opinião de Jobs? [Gawker]