A birra entre Google e Amazon, na qual as duas corporações brigaram sobre a possibilidade de o Amazon Echo Show, um alto-falante inteligente equipado com uma tela, poder mostrar vídeos do YouTube ou não, começou a fazer muito mais sentido. O Google está lançando toda uma gama de dispositivos parecidos com o Show por meio de Lenovo, Sony, LG e JBL. E todos eles terão o YouTube embutido.

• CES 2018: Esta máquina de dobrar roupa é tão cara que eu prefiro fazer a tarefa manualmente
• CES 2018: Um carro autônomo que entrega pizza é futurístico demais, mas acaba de ser apresentado

Só pude interagir com a versão da Lenovo dessa nova linha de produtos, mas tenho que admitir: o recurso do YouTube é bem legal! O YouTube já é o fornecedor principal de música sob demanda e está carregado com vídeos de receitas que esses assistentes digitais com tela sempre parecem mostrar. Embora o SafeSearch estivesse ligado na unidade que eu chequei, e estará, por padrão, em todas as unidades vendidas, tenho certeza de que você ainda conseguirá achar uma maneira de acessar os vídeos mais excitantes e impróprios disponíveis por aí.

Imagem: Alex Cranz/Gizmodo

Ficar gritando para uma tela para que ela mostre vídeos é mais conveniente do que invocar os vídeos no seu smartphone (que você, para começo de conversa, teria que tirar de seu bolso) ou buscá-los no computador (onde você teria que digitar, como um plebeu!).

Mas o YouTube, presumivelmente, não é o único motivo pelo qual essas telas inteligentes existem. Elas são úteis para checar a previsão do tempo ou pegar lembretes do seu calendário de relance, e tem algumas coisas legais, como configurar uma rotina matutina em um dispositivo inteligente. Você pode dizer “bom dia” ao Google, e de repente as luzes se ligam, a previsão do tempo é anunciada, e uns vídeos aparecem com as últimas notícias da CNN. Esse é o tipo de futuro que Arnold nos prometeu em O Vingador do Futuro.

Imagem: Alex Cranz/Gizmodo

smart display da Lenovo vem em duas versões, uma de dez polegadas, por US$ 250 (R$ 810 na cotação atual), e uma de oito polegadas, por US$ 200 (R$ 648). Isso está de acordo com o Amazon Echo Show de sete polegadas, que sai por US$ 230 atualmente. Mas o Lenovo Smart Display tem, definitivamente, um visual mais divertido. Ele é incrivelmente assimétrico, com o alto-falante posicionado à esquerda da tela (ou na parte de baixo, se você escolher colocá-lo no modo retrato). A traseira, forrada de bambu de verdade, sai para um lado, formando uma estranha ilusão de óptica que faz parecer que alguém muito forte torceu fisicamente o dispositivo.

O botão mute físico é bem legal. Imagem: Alex Cranz/Gizmodo

Ele tem uma webcam diretamente acima da tela que você pode usar para fazer chamadas de vídeo para outros smart displays ou qualquer smartphone por meio do Google Duo. E então tem um botão mute físico se você quiser que o Smart Display pare de ouvir a conversa na sua casa.

Infelizmente, você não pode customizar a tela inicial super simples do dispositivo. Um representante do Google disse ao Gizmodo que o motivo era a preferência deles pela simplicidade nessa geração de inauguração.

Sim, tem uma versão de display inteligente do Google Trivia… se você curte esse tipo de coisa. Imagem: Alex Cranz/Gizmodo

Todos os smart displays operam na variante de Internet das Coisas do Google para o Android, a Android Things. Pelo fato de o processador Qualcomm SDA624 que abastece o Lenovo Smart Display ser projetado especificamente para a Internet das Coisas, não tem espaço para uma antena de celular. Em vez disso, o chip é focado em processamento de voz e câmera. O “desempenho exigido é maior do que em um smartphone”, disse Seshu Madavapeddy, vice-presidente de gestão de produtos de Internet das Coisas na Qualcomm, em entrevista ao Gizmodo.

Ele especificamente apontou para os desafios de gravar vídeos de qualidade em casa, onde as luzes normalmente são muito mais baixas do que uma câmera de smartphone é capaz de lidar adequada e consistentemente.

Google Assistente por toda parte

Além dos displays inteligentes vindos de Lenovo, Sony, LG e JBL, o Google também está expandindo o número de televisores e alto-falantes inteligentes que trazem o Google Assistente.

O Google Assistente na nova LG OLED. Imagem: Alex Cranz/Gizmodo

A nova linha premium de OLEDs da LG terá o Google Assistente embutido, com consultas sendo enviadas por meio do controle remoto e aparecendo automaticamente na TV. O Google disse que outras marcas de TV também estão colocando o Google Assistente dentro de seus aparelhos. Dentre elas estão a TCL e a Haier, duas chinesas conhecidas por seus ótimos televisores em conta.

Quanto aos alto-falantes, o Google aponta para produtos de marcas como Bang & Olufsen, Braven, JBL, LG, entre outras. Mesmo o iHome, conhecido por seus alarmes focados no iPod, tem um alarme do Google Assistente agora. O iGV1 parece um Google Home colocado de frente para um daqueles espelhos distorcidos, mas tem uma tela que consegue mostrar a hora, alarmes, previsão do tempo e ainda tem uma porta USB para carregar dispositivos.

O iHome iGV1. Imagem: iHome

O Google tem prometido mergulhar mais profundamente no mundo da casa inteligente desde que anunciou a Android Things lá no Google I/O de 2015. Até agora, suas incursões pareceram esporádicas. Um Google Home aqui, um Google Assistente em uma TV da Sony ali… Exceto pela avalanche de alto-falantes Google Home no evento do Pixel 2 no ano passado, as notícias têm vindo em doses esparsas. Mas parece que agora o Google abriu a torneira.

O que é uma pena para Amazon, rainha absoluta do mundo dos alto-falantes e displays inteligentes, que foi pega de surpresa. Com o Google se aventurando com smart displays com essa obstinação, se eu fosse você, não esperaria que o YouTube voltasse logo para os dispositivos da Amazon.

Imagem do topo: Alex Cranz/Gizmodo