A Canon PowerShot SD4000, primeira compacta da marca com um sensor CMOS retroiluminado, alcança um feito raro para câmeras point-and-shoot: fotografias nítidas e claras à noite. E ela nem é tão cara.

Se você já tem uma DSLR, você provavelmente não pensa duas vezes antes de tirar fotos em condições de baixa luminosidade. Mas, como a maioria dos donos de câmeras mais simples podem lhe atestar, assim que o sol se põe, as suas fotos começam a ficar ruidosas e borradas rapidamente. Algumas das câmeras compactas mais avançadas, como a Canon S90, têm aceitado o desafio e adotado maiores sensores de imagem, afim de obter melhores fotos com pouca luz. Mas, como são avançadas, também são caras.

A PowerShot SD4000 IS foi projetada e precificada para as massas. Uma câmera de US$ 350 (não exatamente barata, mas longe de ser cara) que cujas fotos noturnas são respeitáveis.

Atraente

A SD4000 é bonita e confortável. Ela é magrinha e assimétrica, e seus cantos arredondados fazem com que entre confortavelmente em quase qualquer bolso.

O sensor foi turbinado, mas os controles da SD4000 continuam simples. O topo tem um interruptor para trocar os modos e um disparador cercado por um anel de zoom. A traseira tem uma clickwheel com um botão de função e dois grandes botões ao lado para entrar nos modos Menu e Playback. Por um lado é bom que o design limpo não esteja lotado de botões, mas às vezes a sensação é de que você está levando etapas demais para chegar na função desejada.

Os controles oferecem uma ampla variedade de modos e efeitos, como o modo folhagem para fotografar plantas, o smart shutter para disparar quando o alvo sorri (ou, estranhamente, quando ele pisca) e o efeito miniatura, para simular foAAtografias com a técnica tilt-shift.

Para aqueles que desprezam modos de fotografia pré-prontos, não se preocupem, a SD4000 ainda oferece modos de programação, abertura e obturador.

Mas o que faz da SD4000 uma câmera notável é que, mesmo que você não se importe em selecionar modos esotéricos de fotografia, ela é uma ótima point-and-shoot para puxar e tirar boas fotos com rapidez. Especialmente à noite.

A noite é uma criança fotogênica

A SD4000 é a mais avançada Digital ELPH disponível atualmente, com um sensor CMOS retroiluminado de 10 megapixels e uma ampla abertura f/2.0. Sensores e aberturas são fáceis de aprender, mas se você quer só a versão para leigos, uma abertura f/2.0 significa basicamente que o buraco que permite a entrada de luz na SD4000 pode ficar um pouco maior do os da maioria das outras câmeras compactas, enquanto um sensor CMOS retroiluminado significa que o sensor de imagem que capta a luz que entra pela abertura é instalado por trás, bloqueando menos luz. No papel, isso significa que a SD4000 deve ser capaz de tirar fotos melhores, mais limpas e com menos ruídos, mesmo com pouca luz ambiente.

E ela consegue. Fotos noturnas foram impressionantes nos meus testes, segurando as pontas mesmo em comparação com as da rainha das point-and-shoots, a Canon S90. Até ISO 800, as fotos mostraram pouquíssimo ruído. Fotos com ISO 1600 — e em alguns casos mesmo com ISO 3200 — também ficaram boas na maior parte das vezes. Eis um detalhe de  uma foto tirada com a SD4000 e a S90 em ISO 1600.

Uma pequena chatisse para fotógrafos mais avançados: a câmera tende a confiar muito na sua ampla abertura F2 em situações de baixa luz, e sem um modo manual completo isso significou ficar algumas vezes com uma profundidade rasa de foco e um plano de fundo borrado. Mas isso é só uma pequena pulga, e muitos vão inclusive gostar do efeito. Em geral, o novo sensor e lente fazem uma diferença considerável em situações de pouca luz. O sistema integrado de estabilização óptica de imagem (este é o "IS" no nome da câmera) ajuda a contra-atacar essa tremedeira nas suas mãos, e um tempo máximo de exposição em 16 segundos significa que você vai conseguir aquela tão legal foto noturna com as luzes dos carros e tudo mais.

Algumas outras imagens noturnas da SD4000:

A lente e o sensor turbinados também significam vídeos melhores à noite — aqui temos um de 1280 x 720, a 30fps:

Fotografias durante o dia também não são ruins, de modo algum, mas elas não se beneficiam tanto do novo sensor quanto as imagens noturnas — em geral, a qualidade das fotografias diurnas não é muito diferente da alcançada por outras câmeras da mesma classe, o que significa que são bastante boas.

O Photography Blog tem um resumão super detalhado da qualidade de imagem da SD4000 em todas as situações possíveis, se você quiser tanto saber.

Alta velocidade

Tirando a ótima performance com baixa luminosidade, a PowerShot SD4000 se destaca por sua alta velocidade de captura — tirando 8.4 frames por segundo em modo burst (ainda que em uma qualidade sub-celular, de 2.5 megapixels) e filmando a 240fps no modo Super Slow Motion Video (na mega baixa resolução de 320 x 240). Tais vídeos não ficam lá muito bonitos, mas é um recurso divertido.

Teto muito baixo?

Para um fotógrafo casual — alguém que quer ter uma câmera na mão sem ficar se lembrando o tempo todo que está carregando uma, ou alguém que simplesmente quer fotos noturnas melhores, sem se preocupar com a sua composição —, a Canon PowerShot SD4000 IS é uma ótima câmera. Mas com o preço da Canon S90 se aproximando da faixa de US$ 350 da SD4000, fotógrafos interessados em uma câmera com mais recursos (ainda que menos compacta) onde possam se aprimorar devem pensar bem se não vale a pena dar esse pulo. Se você está em dúvida, vou te ajudar a escolher.

A Canon S90 pode ser melhor se você…
- quer começar a se interessar e aprender fotografia, e quer tirar ótimas fotos.
- não necessariamente sabe como usar um modo completamente manual, mas quer aprender eventualmente, ou quer pelo menos saber que a sua câmera tem um.
- acha que vídeo é bônus, não prioridade (a S90 só filma em resolução padrão).
- não se importa em manter a câmera numa bolsa ou estojo, em vez do bolso da calça.

A Canon SD4000 pode ser melhor se você…
- quer tirar fotos bacanas mas não está muito preocupado em saber por que elas ficam bacanas.
- é sempre o escolhido para tirar as fotos das baladas ou saídas noturnas entre os amigos.
- faz questão de filmar em HD.

 Sensor e abertura que alcançam bons resultados em fotografia com pouca iluminação.

 Design fino que cabe em qualquer bolso.

 Controles físicos simplificados facilitam algumas ações, mas complicam desnecessariamente outras.

 Preço de US$ 350 fica perigosamente próximo de opções mais avançadas.