O projeto secreto de carro da Apple talvez ainda esteja vivo. A empresa acabou de assegurar uma permissão para o teste de tecnologia de direção autônoma na Califórnia, em estradas públicas, o que é uma das primeiras confirmações oficiais de que a Apple está, de fato, pesquisando a tecnologia, em um esforço para competir com o Google e a Tesla.

• Na corrida dos veículos autônomos, Google processa Uber por roubo de patente e projetos
• Primeira corrida entre carros autônomos numa pista profissional termina em acidente

A fabricante do iPhone é apenas uma entre mais de uma dúzia de companhias a receberem uma permissão nesta sexta-feira do Departamento de Veículos Motorizados da Califórnia. Outras empresas na lista incluem Ford, BMW, Honda, Mercedes Benz, Google e Tesla (veja a lista completa aqui). De acordo com o departamento, as empresas autorizadas a testarem veículos autônomos em estradas públicas precisarão enviar relatórios anuais “resumindo os avanços” da tecnologia.

Rumores do projeto secreto de carro da Apple começaram a circular no começo de 2015, quando o Wall Street Journal relatou que a empresa havia contratado centenas de pessoas para trabalhar em uma minivan chamada “Project Titan”, para competir com os veículos elétricos da Tesla. O projeto supostamente tinha objetivos muito agressivos, incluindo a tentativa de inverter a indústria automobilística até o início da década de 2020.

Em julho de 2016, o projeto pareceu tomar uma mudança de direção dramática quando a Apple contratou Dan Dodge, fundador e ex-CEO da QNX, empresa especializada em sistemas operacionais microkernel, que são usados em vários veículos populares. A contratação de Dodge, de acordo com uma reportagem da Bloomberg, foi parte de uma mudança estratégica dentro do grupo do Project Titan para focar na construção de uma plataforma de software de auto-direção em vez de focar em um carro completo.

Em outubro de 2016, centenas de funcionários trabalhando no Project Titan foram ou realocados ou dispensados pela empresa, de acordo com a Bloomberg. A Apple supostamente deu ao grupo um prazo até o fim de 2017 para “provar a viabilidade” da tecnologia de carro autônomo, o que especialistas presumiram ser uma plataforma de software.

Até hoje, a Apple tem mantido segredo sobre todas suas ambições automotivas. Em dezembro, o diretor de integridade de produto da Apple disse em uma carta ao chefe da National Highway Traffic Safety Administration (órgão de segurança de trânsito) que “a empresa está investindo pesado no estudo de machine learning e automação e está empolgada com o potencial dos sistemas automatizados em várias áreas, incluindo o transporte”, sugerindo que a companhia estava construindo uma plataforma de direção automatizada em vez do carro em si.

Essa nova permissão é basicamente a maior evidência que temos disso até agora. Ela não necessariamente garante que veremos algum dia um produto automotivo da Apple. Entretanto, ela confirma, sim, que a empresa está fazendo pesquisas sobre tecnologia de direção autônoma. Embora seja extremamente improvável que vejamos um verdadeiro “Apple Car”, poderíamos ver, em um futuro bem próximo, carros dirigidos pela Apple.

Imagem do topo: Gizmodo