Após a notícia de que uma mulher arrancou o pênis do marido, uma dúvida assola a humanidade: e se fosse eu? E se minha mulher arrancasse meu pênis e o jogasse fora? Agora eu sei o que eu faria. Os doutores usariam músculos da minha coxa ou do antebraço para criar um novo.

O pênis substituto é a última saída caso os médicos não consigam reconectar o pênis de verdade. Como a maioria dos pênis é “recuperável” (para sorte de todos), normalmente é só costurá-lo de volta. Mas se não der certo, músculos da coxa ou do antebraço são colocados em sua pélvis e coberto com pele de qualquer outra parte do corpo. Parece que a ideia é só juntar um bolo de carne no local, mas, ei, melhor do que nada, não?

A boa notícia é que pênis substituto pode até ser funcional. Seria necessário um implante peniano, mas seria possível ter ereções e chegar ao clímax, já que o os nervos envolvidos no sexo são todos reconectados. A notícia ruim mas aceitável pelas circunstâncias: “[O paciente] não é capaz de ejacular”. Ok, nessa altura do campeonato, quem precisa dessa bagunça toda? [Daily Mail via The Awl]