Era uma aposta segura desde o início, e agora a Palm confirmou: o Pre não será seu único handset com o WebOS. A empresa já promete um road map inteiro de novos smartphones baseados no sistema operacional.

O anúncio acompanhou um hemorrágico relatório trimestral, e talvez por isso a Palm tenha julgado necessário fazê-lo – quando você sangra dinheiro, é bom assegurar investidores e analistas de que não está botando todas as suas apostas em um único produto. Mas isso já era uma coisa meio óbvia. A Palm é, antes de mais nada, uma fabricante de handsets – não se esperava dela a adoção de uma estratégia com um único OS em um único handset, tal como a da Apple.

Mais importante, ao dizer que planeja expandir o WebOS para “bem além da nossa base [do Pre]”, a Palm evoca imagens de um tempo melhor, aquele apogeu dourado do Treo, quando uma rica linha de ótimos handsets era unida por um fantástico sistema operacional, e o nome “Treo” era um belo distintivo. Então 2010 é o novo 2003, ou coisa assim. [CNET]