A China tem uma reputação de copiar tudo, indo de aviões a cidades inteiras. Agora, uma empresa chinesa tem planos de construir uma réplica do Titanic e levar os visitantes em um passeio mórbido que recria o naufrágio de 1912.

O plano, apresentada pelo grupo de investimento Seven Star Energy, é gastar um bilhão de yuans (quase R$ 400 mil) para criar uma réplica que será instalada no rio Qi, na província central de Sichuan, a cerca de 1.500 km do oceano mais próximo. A construção está prevista para ser concluída em 2016.

Apesar de vender o projeto como uma réplica do Titanic, na verdade ela será baseada no Olympic (acima): este transatlântico é semelhante, porém foi mais bem-sucedido, navegando pelos mares por 24 anos.

“Nós achamos que vale a pena espalhar o espírito do Titanic. O amor universal e sentido de responsabilidade demonstrados durante o naufrágio do Titanic representam a riqueza espiritual da civilização humana”, disse Su Shaojun, presidente da Seven Star Energy, em uma conferência à imprensa.

A atração irá também oferecer um simulador “6D” que recria o naufrágio do navio. Ela fará parte de um parque de diversões. Do Guardian:

“Quando o navio bater no iceberg, ele vai sacudir, vai tremer”, disse Su. “Vamos deixar que as pessoas experimentem a água entrando, através de efeitos de som e luz… Elas vão pensar: ‘A água vai me afogar. Eu preciso escapar com a minha vida.’ “

Nada representa melhor o “amor universal e sentido de responsabilidade” do que salvar a própria pele, não é mesmo?

A (re)construção do Titanic deve começar ainda este ano. [The Guardian e South China Morning Post]