No ano passado, o Brasil recebeu pela primeira vez o TNW Conference, evento para startups – empresas nascentes e com base tecnológica – promovido pelo site The Next Web. Este ano, a conferência para a América Latina volta ao país.

O evento reúne palestrantes, investidores e jovens empresas de tecnologia para trocar experiências e abrir caminho para parcerias e financiamento. Neste ano, de um total de 150 inscrições, dezesseis startups foram escolhidas para ganharem destaque no evento – e cinco delas são brasileiras. Conheça:

Meia Bandeirada (São Paulo)

A ideia do Meia Bandeirada é compartilhar viagens de táxi. Não se trata de algo controverso como o Uber ou Lyft, onde qualquer pessoa com um carro pode oferecer o serviço. Funciona assim: o motorista do táxi é cadastrado no sistema, e usa um app (para iOS ou Android) que recebe informações de possíveis clientes com um itinerário em comum.

O usuário, por sua vez, informa seu destino e chama o táxi usando o app. O sistema então procura outras pessoas com trajeto semelhante – digamos que você e outra pessoa queiram ir ao aeroporto – e vocês dois dividem a corrida do táxi. Em simulações, a redução nos custos é de 40%.

O app não está disponível para todos, pelo menos não inicialmente: o foco é reduzir os gastos de táxi das empresas. O Meia Bandeirada permite colocar certas restrições para que executivos de empresas concorrentes não tenham que compartilhar o táxi, segundo o iG. A startup diz, no entanto, que uma versão para o varejo está a caminho.

U.sit (Rio de Janeiro)

A startup U.sit quer atuar com bares e restaurantes para melhorar a experiência do consumidor. Como? Gerenciando listas de espera, reservas e CRM.

Para fazer uma reserva, é assim: o cliente liga para o restaurante, que insere os dados através do app U.sit. O cliente então recebe um SMS com a confirmação de horário e local. No dia, ele recebe outra mensagem para lembrá-lo da reserva.

E se o local tiver fila, você faz assim: deixa seu contato no estabelecimento, recebe um link via SMS e, com ele, acompanha sua posição na fila em tempo real. Você recebe um aviso quando chegar sua vez. Dessa forma, dá para melhorar o relacionamento entre o local e o consumidor – claro, se tudo funcionar como prometido.

EasyAula (Rio de Janeiro)

easyaula

O EasyAula se define como uma plataforma online de educação. Se você manja de algum assunto, pode dar aulas pagas; se quiser aprender algo específico, pode participar de um curso, palestra ou workshop oferecido por quem participa do sistema.

A empresa diz selecionar os melhores profissionais do mercado, alguns de empresas e instituições como Google, Stanford e ITA. São aulas – na maioria presenciais – de tecnologia, negócios, design e marketing oferecidas principalmente em capitais como São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília.

Dujour (Rio de Janeiro)

Dujour

O Dujour é um app gratuito, para iOS e Android, totalmente desenvolvido no Brasil e lançado em janeiro. Voltado para mulheres, ele é uma espécie de Instagram para moda.

Funciona assim: a usuária monta seu visual, tira uma foto e destaca as roupas e acessórios, listando as marcas de cada item que está usando. Ao postar, é possível fazer uma colagem de fotos para mostrar a roupa em outra perspectiva, ou destacar a estampa.

É possível seguir amigos, blogueiras de moda e outros. Também há a função Trendsetters, semelhante ao “Explorar” do Instagram: é um feed com as melhores combinações de roupa, escolhidos pela equipe do Dujour. O serviço diz contar com mais de 80 mil usuárias no Brasil, EUA e Europa.

Samba Ads (São Paulo)

samba ads

A Samba Ads é uma intermediária para levar anúncios em vídeo a grandes portais, como sites da editora Abril e SBT. Dessa forma, a empresa não precisa lidar diretamente com os publishers; e os sites podem, assim, monetizar seu conteúdo. Entre os clientes da Samba Ads, temos Claro, Intel e Microsoft. Ela diz ser a maior rede de publicidade em vídeos online da América Latina.


As 16 finalistas (lista completa aqui) vão se apresentar no palco para a imprensa, investidores e empreendedores que participarão do evento. Um painel vai julgar cada startup para escolher a vencedora deste ano. Ano passado, a vencedora foi a argentina Workana, uma plataforma online para trabalhos de freelancer focado na América Latina.

O TNW LatAm Conference acontece em São Paulo nos dias 28 e 29 de agosto. Saiba mais no link a seguir: [TNW via iG Startups]

Foto por The Next Web/Flickr