Uma bola verde e brilhante de gelo e rocha passou próximo à Terra e, em 31 de dezembro, ela poderá ser vista perto da lua crescente – em um céu escuro, com a ajuda de bons binóculos.

Conhecido como 45P/Honda-Mrkos-Pajdušáková, este cometa de período curto (com menos de 200 anos) foi descoberto em 1948. Ele já estava um pouco visível no céu ocidental depois do pôr-do-sol há várias semanas, fazendo sua primeira aparição em 15 de dezembro, perto do aglomerado de estrelas M75.

Na véspera de Ano Novo, o cometa fará sua aproximação mais próxima ao Sol, colocando-o perto da Lua da perspectiva de um observador na Terra.

cj3rzal1erlu7xn65uqc
Posição no céu do cometa 45P em 30 de dezembro de 2016. Imagem: theskylive.com via EarthSky

Como nota o EarthSky, será difícil ver o cometa 45P sem um céu extremamente escuro e sem um bom par de binóculos (ou um telescópio). Vênus estará brilhando perto, mas não se deixe enganar – o cometa é bem distinto de uma estrela ou planeta, com uma cabeça brilhante, azul-esverdeada e uma cauda difusa em forma de leque.

Para adicionar ao show de luzes do ano-novo, Marte e Netuno estarão próximos uns dos outros, criando um belo contraste vermelho e azul ao ser visto por um telescópio.

Se você for daqueles que diz “vem meteoro” ao constatar o triste estado atual de nosso planeta, (mais) más notícias: o cometa 45P estará a aproximadamente 11 milhões de quilômetros de distância, 30 vezes a distância Terra-Lua.

No entanto, o cometa faz uma órbita completa da Terra a cada 5,25 anos, então podemos sempre esperar por algo diferente em uma futura passagem.

[NASA via EarthSky]

Imagem por NASA