É hoje. A Apple vai lançar o iPad __ e todos os sites do mundo, além do Jornal Nacional e o taxista, falarão um monte sobre ele. Haverá uma quantidade incrível de notícias, análises, fotos e vídeos. Algumas pessoas vão achar que isso é exagerado e muitos outros vão dizer que ele é uma decepção. Uma decepção que vai vender na primeira semana mais que qualquer concorrente-não-Amazon no ano. Mas não é apenas porque o novo tablet vai trazer mais bilhões para a Apple e consolidar o formato “pós-PC”, mas porque se confirmados os rumores mais quentes ele abrirá possibilidades tecnológicas interessantíssimas. Este é o guia de último minuto para o que pode o que vale a pena ficar de olho na apresentação de hoje, a partir das 15h.A TelaTemos quase certeza que o novo iPad terá uma resolução incrível, 4 vezes maior que qualquer coisa. Mas pra quê tudo isso? Eu estou mais curioso não com especificações novas, mas os apps que eles usarão para mostrar a densidade de pixels. Chutaria o iPhoto ou algo que poderá abrir caminho para a adoção de profissionais de fotos. E, é claro, um jogo.ScottforstallA apresentaçãoEsta será a primeira apresentação importante depois da morte de Steve Jobs, e certamente veremos uma bonita homenagem. Será interessante ver como Tim Cook se comporta: o estilo dele é mais abrir espaço para outros brilharem. E eu estou curioso pelo que Scott Forstall irá mostrar, e como. Ele é o herdeiro de Steve Jobs em termos de paixão pelos produtos da empresa. Será que veremos pistas do iOS 6?O SiriO novo iPad deve adotar o assistente de voz do iPhone 4S, que poderá aparecer na apresentação com alguns novos truques. Será que ele ficará mais rápido? Isso será importante, já que para algumas tarefas simples e fundamentais, o Voice Actions do Google vai melhor. O mais legal, pra mim, será vê-lo interagindo com a Apple TV.Apple tv q410 angled lgA Apple TVHaverá um novo modelo de Apple TV. Ele terá finalmente filmes em Full HD, mas o que mais? Eu chutaria um novo protocolo de comunicação por AirPlay, que permitirá um link mais rápido. O AirPlay é bem sensacional, e é ótimo estar no sofá e quando achar um vídeo bacana no Youtube mandar para a TV com um clique. Mas a coisa poderia ser mais rápida (demora alguns segundos para estabelecer a ligação). E algum app bacana poderá tirar partido tanto da nova Apple TV quanto do processador novo. Como vimos em Real Racing 2 HD, mas de uma forma que queiramos usar, sabe?JogosSe tivermos uma tela nova e um processador novo, qual será o jogo usado para mostrar a nova capacidade visual? Durante o Mobile World Congress, vi vários estandes usando a versão de Shadowgun otimizada para tablets com Tegra 3, e era bem incrível. Será que um sucessor espiritual de Infinity Blade aparecerá no palco? Se a Apple dedicar bastante tempo aos joguinhos, mostrando um periférico, por exemplo, será bem animal. Mas é difícil.A câmeraEu sou um dos que achou uma câmera traseira em tablet uma loucura. Mas não é que há bastante gente que usa a câmera do iPad? Na Europa, é cada vez mais comum ver gente segurando o tablet e tirando fotos. E elas ficam bem horrorosas. Para o bem da saúde visual do Facebook, a Apple precisa consertar isso. A câmera do novo iPad será melhor, mas quão melhor? A ver. O “novo” touchSer “Touch” não é algo digno de nota desde antes 2007, então por que diabos a Apple colocou a palavra de maneira tão proeminente no seu convite? Um rumor recente aponta para a chegada da tecnologia da Senseg chamada “Feelscreen”, que permite a transmissão de sensações táteis pela tela — tipo uma superfície com visual áspero poderia ser sentida como tal. Se há algo com fortes chances de receber o adjetivo “mágico” é isso aqui. Integração com o iCloud e Mountain LionO iCloud tem algumas sacadas muito boas, mas precisa melhorar bastante ainda, assim como o Mountain Lion. A Apple pode aproveitar o evento de hoje para mostrar quais as novas funcionalidades da sua nuvem estarão no novo tablet, ou como que ele se comunicará com o Mountain Lion. De novo, eu penso em como o iPhoto conversará instantaneamente nas duas plataformas.O improvávelSempre aparece algo que ninguém — ou muito pouca gente — previa. Às vezes é algo pequeno (alguém se lembra do tanto de tempo que a Apple gastou com um programa de mandar cartões-postais no iPhone 4S?) mas em outras é uma novidade importante. O rumor mais interessante para o “one last thing”? A apresentação de um sistema próprio de Mapas. O Google Maps está totalmente integrado com o iOS, mas creio que a Apple adoraria criar um concorrente. Será que ele aparece?Essas são as coisas que me interessam mais. No bolão de novos features do iPad, coloquei que ele não será 4G, não será quad-core (o 1 GB de RAM será suficiente) e continuará com botões. Poderei (e ficaria feliz em) estar errado sobre tudo isso. E tenho certeza que a falta percebida de “inovações”, “revoluções” e coisas “mágicas” vai deixar um bocado de analistas e fanboys desapontados. Mas se todas as minhas apostas virarem realidade, o novo iPad terá um domínio ainda maior que os de gerações anteriores, não só em termos de venda, mas de tecnologia. Será que este vai ser o primeiro tablet de muita gente? Será que vai ser finalmente um substituto produtivo para notebook? Pra quem já tem, vale a troca? Como a concorrência reagirá?O suspense acaba no meio da tarde, a partir das 15h (de Brasília), quando começa a apresentação do novo iPad. Não vamos fazer liveblogging, mas postaremos várias coisas durante a apresentação e soltaremos as principais novidades no Twitter. Vai ser divertido.