Dirigir na superfície de Marte não é uma tarefa fácil. Mesmo que o Opportunity tenha celebrado o seu 11º aniversário na superfície marciana no último fim de semana, aquele pequeno e robusto veículo também teve que encarar complicadas dunas de areia e outras anomalias superficiais. Seria bem legal se algum reconhecimento aéreo pudesse identificar essas possíveis dificuldades antes que elas acontecessem.

Felizmente, a NASA também pensou nisso. No início desta semana, a agência espacial revelou alguns detalhes sobre um helicóptero olheiro que permitirá que os rovers entendam melhor o que está nos arredores de seus caminhos no planeta vermelho. Ele também dará aos cientistas uma visão detalhada do que está em torno do veículo e do que pode ser explorado um pouco melhor.

Na verdade, esse é um “helicóptero” que está mais para drone. Ele pesa pouco menos de 1 kg (e será quase três vezes mais leve do que isso em Marte) e tem uma hélice de 1,1 m de diâmetro. Em um vídeo publicado pela Jet Propulsion Labs, como parte de sua série de vídeos “Crazy Engineering”, o engenheiro-chefe Bob Balaram descreve alguns desafios, como a concepção de um veículo à base de rotor para a atmosfera de baixa densidade de Marte. O helicóptero teria de ser autônomo, leve, mas também robusto o suficiente para suportar as condições adversas do lugar.

O rover seria usado muito moderadamente ao longo do dia. De fato, apenas uma vez por cerca de dois a três minutos. Mas Balaram diz que deve ser tempo suficiente para que o veículo viaje cerca de meio quilômetro, que é muito mais rápido que a atual velocidade de 3,2 km por ano do Oppy.

De qualquer maneira, Arnold Schwarzenegger deve estar satisfeito. Logo poderemos cumprir as ordens dele de “ir para Marte” e “fugir para o helicóptero“. [NASA via Mashable]

Imagem via NASA