Quando o chefe da Nintendo Satoru Iwata subiu no palco semana passada para revelar o Wii Vitalty Sensor, ele não disse como a coisa funciona de verdade. Não, a informação vem agora uma semana depois.

Parece que o WVS funciona medindo o fluxo de sangue do corpo do jogador: um pequeno sensor de luz dentro do aparelho de algum jeito consegue medir o fluxo e percebe várias caracteristicas do funcionamento do seu corpo.

Por exemplo, medindo seu fluxo sanguíneo, o sensor aparentemente determina como e como está a sua respiração, ou a inspiração. Um dos "jogos" mostrados com o aparelho – que pode ou não virar um "jogo" para o WVS – era um simples exercício de respiração, com o jogador medindo o tempo de respiração com o tic/tac de um metrônomo.

Como isso pode ser usado para diversão agora é um mistério. E até termos uma ideia melhor de que jogos/programas virão com o WVS, nós não saberemos se será a próxima revolucionária galinha dos ovos de ouro da Nintendo, ou outra apelativa pseudo-ciência da Nintendo. Ou os dois.