Depois de passar por um reboot em modo de segurança após uma anomalia, o rover Mars Curiosity suspendeu as atividades por alguns dias depois que um novo problema foi descoberto: um leve curto-circuito. Os engenheiros da NASA estão rodando testes para descobrir a gravidade da situação.

Mas não tema! De acordo com Jim Erickson, da NASA, “o veículo está seguro e estável, plenamente capaz de operar em sua condição atual, mas estamos tomando a precaução de investigar o que pode ser um leve curto-circuito”.

O curto-circuito é “leve” pois se trata de um vazamento através de algo parcialmente condutor de eletricidade. Um curto-circuito mais grave seria um fio elétrico entrando em contato com outro.

A flutuação de tensão foi detectada em 17 de novembro, “entre o chassi e o barramento de energia de 32 volts que distribui energia elétrica para os sistemas de todo o rover”. A tensão estava em 11 volts desde o primeiro dia do pouso, e agora está em cerca de 4 volts.

A boa notícia: “o sistema elétrico do robô é projetado com a flexibilidade de funcionar adequadamente” em diferentes níveis de tensão. A má notícia: isto “reduz o nível de robustez para tolerar outros curtos-circuitos no futuro”. E este não é o primeiro curto-circuito do Curiosity: houve outro antes e após o pouso, relacionado aos “equipamentos explosivos” usados para levá-lo até Marte.

Por isso, é preciso tomar precauções para manter o Curiosity funcionando a longo prazo, embora não haja nenhum risco imediato para o rover. Durante os próximos dias, os engenheiros da NASA vão verificar todos os sistemas para encontrar causas em potencial para o curto-circuito. [NASA]