Um novo site, só para seres humanos, está no ar. É hora de conhecer o Oene, o novo blog da F451, que traz um monte de nomes que vocês já conhecem por aqui, para discutir uma infinidade de assuntos: cultura pop, entretenimento, internet, comportamento. E a mistura, meus amigos, tem tudo para ser bem sensacional.

O Oene surge como o primeiro blog da casa genuinamente brasileiro, criado totalmente aqui, por acreditarmos que existe espaço para isso: opinião, novos pontos de vista e matérias que você normalmente não encontrará por aí. Pegue por exemplo o primeiro post da Manu Barem sobre um dos problemas pouco discutido após a tragédia de Santa Maria — as comandas que estão presentes em trocentas casas noturnas brasileiras.

Na verdade, os assuntos do Oene podem variar demais, e o editor-chefe do site explica isso no post inaugural:

Para levar a cabo a missão, não temos um número certo de posts por dia, uma lista bem delimitada de assuntos a cobrir ou um “público alvo” definido. Nosso filtro é simples: escreveremos sobre o que achamos que temos algo a acrescentar, ou que ninguém está dando a devida atenção, da maneira que sabemos fazer melhor. Em outras palavras e acima de tudo, só vamos escrever o que acharmos que vale a pena mesmo compartilhar. E isso pode ser desde um artigo longo refletindo sobre uma grande polêmica ou uma coletânea de fotos sobre uma personalidade em voga. Não queremos ser levados tão a sério assim. Rir com a gente é bacana também.

E o editor-chefe do novo blog-irmão é um velho conhecido dos leitores do Giz: Pedro Burgos, que por três anos tocou o barco por aqui e é o principal responsável pelo poder vocal de opinião e da boa cobertura que fizeram o Gizmodo crescer tanto e se tornar um blog tão bacana. Ao lado dele, Manu Barem, ex-editora do Jezebel, ajudará na elaboração das pautas mais malucas. E, na realidade, bastante gente aqui da casa escreverá ou estará no Oene: eu, por exemplo, já estou escalado para participar de um podcast semanal sobre cultura do site, o Quem te comentou isto, que já existia e agora terá frequência certa e será mais profissa.

Por isso, convido a todos a visitarem o Oene, e recomendo que comecem pelo post inaugural, passeiem pelos posts mais bacanas que o Jezebel já fez, ouçam o podcast e preparem-se para encontrar um site cada vez mais bacana nas próximas semanas e meses. Vida longa ao Oene!