Com correntes gigantes e um guindaste maior ainda. Exemplo: esta corveta da Marinha da Coreia — metade dela, ao menos — flutuando acima da superfície do mar. E antes que alguém grite "PHOTOSHOP!", veja a cena à distância.

O navio afundou em 26 de março. De acordo com uma investigação internacional, a causa foi um torpedo disparado por um submarino Yeono da Coreia do Norte. Algumas semanas depois, em 15 de Abril, a marinha Sul-Coreana recuperou a primeira metade do fundo do mar. Em 24 de abril, a segunda metade foi retirada com este guindaste gigantesco.

Infelizmente, 46 dos 104 tripulantes morreram. Somente um corpo foi resgatado. [Wikipedia]