Como ver, na vida real, um edifício que ainda não foi construído? Voando de helicóptero e usando o maior projeto de realidade aumentada do mundo, é claro.

A construtora Rossi é a responsável pelo Fibrasa Connection, edifício a ser construído em Vitória (ES) e inspirado nos empreendimentos em Dubai. Para mostrar aos clientes como ficará o edifício pronto, eles colocaram uma lona de quase 900m² no terreno que, quando vista lá do alto, através de um notebook, mostra uma maquete 3D do edifício integrada ao mundo real.

Este projeto de realidade aumentada é tão grande que, além de ser reconhecido o maior do mundo pelo Guiness Book, é o primeiro em sua categoria – é sempre bom ver um projeto brasileiro quebrando (e criando) recordes.

A revista Galileu fez o passeio de helicóptero para ver, com os próprios olhos, como funciona de fato a realidade aumentada. Eles repararam que o edifício virtual não se mistura completamente à paisagem real – é apenas uma maquete no mundo real – mas consideram o projeto "um passo em direção à publicidade do futuro".

Claro, realidade aumentada vista de helicópteros não é algo realmente novo – a Doritos fez uma ação publicitária semelhante – mas quando você é levado de helicóptero para ver um edifício de 24 andares que ainda nem existe, não dá pra negar que é animal. [Fibrasa Connection via Galileu e Terra Tecnologia]