Apenas uma pequena parte dos remédios que você toma é realmente um ingrediente ativo, o resto é apenas para encher lingüiça. Essa informação foi o necessário para pesquisadores explorarem um jeito de imprimir os ingredientes ativos num comprimido branco.

Além de permitir que as doses da medicação sejam personalizadas durante o processo de impressão, esse método também permitira que os ingredientes ativos agissem mais rapidamente, já que eles estariam na parte externa do comprimido e não envolvidas por uma pílula.

Infelizmente esse processo só pode ser utilizado agora em cerca de 1% dos remédios à venda nas farmácias, mas os pesquisadores estão bem esperançosos em arranjar um jeito de implementar a idéia de forma mais ampla. [Discovery via Geekologie]

Foto por Dean812