Um dos cérebros por trás do carro triciclo elétrico Aptera também gerencia a Epic Boats, que também acaba de introduzir o Epic 23e, o primeiro barco elétrico híbrido plug-in. Quem diria que baterias de íons de lítio seriam à prova d’água?

Pela bagatela de 150 mil dólares, você também pode ter a primeira geração do plug-in, o equivalente movido a bateria de uma experiência de motonáutica com 375 cavalos, que usa o nome auspicioso de Sistema de Tração Marítima Flux Propulsion EVO 8.1 para se recarregar por quatro horas de operação de motor a gasolina. Ao todo, ele usa apenas a metade do que uma lancha potente assim usaria para puxar esquiadores e wakeboarders e não vamos nos esquecer de tubeiros gordos e bêbados. Se você estiver meio apertado na grana, espere até 2012, quando o AutoblogGreen relata que eles terão uma versão de 70 mil dólares.

O engraçado é que, independente de quão nojentamente ecológico se torna um barco, qualquer vídeo promocional dele – exibido abaixo – ainda o faz parecer perfeito para o bom velho descanso comunista. Eu hei de saber disto, já que cresci fazendo esqui aquático no Lago Maxincuckee em Culver, Indiana. Só uma dica pro diretor: para um vídeo promocional ainda mais bem-sucedido, acrescente umas loiraças peitudas e bundudas usando fio dental, uma caixa de Skol e umas piruetas aéreas ainda mais arriscadas. [AutoblogGreen via Engadget]