Sabia que a Receita Federal não emite mais aquele cartão azul do CPF? Desde junho do ano passado, ele foi substituído pelo Comprovante de Inscrição no CPF, um documento simples que você imprime em casa. E emitir a segunda via ficou ainda mais fácil: é só clicar aqui.

Já era possível obter a segunda via do CPF na internet, mas só podia quem declarou Imposto de Renda nos dois últimos anos. Os recibos de entrega do imposto são necessários para ter acesso ao e-CAC, onde você tira a segunda via do CPF, entre outros serviços. Segundo a Receita, cerca de 140 milhões de brasileiros não têm acesso ao e-CAC mas são obrigados a declarar IR. Esta nova solução é para eles, mas todo mundo pode usar.

Agora, para tirar segunda via, você só precisa de seus dados à mão: entre aqui com seu CPF, nome, data de nascimento e título de eleitor. Clique em consultar e pronto: surge seu Comprovante de Inscrição no CPF, como na imagem acima – basta imprimir.

Para emitir a primeira via do CPF, no entanto, você precisa ir com documento de identidade a uma agência do Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal ou Correios e pagar uma taxa de até R$ 5,70. Você recebe um código e, com ele, imprime o CPF em casa ou onde quiser. Em junho do ano passado, a Receita Federal disse que “estuda a emissão do CPF pela internet”, mas por enquanto a primeira via não pode ser feita online. [Receita Federal via Agência Brasil]