As escovas de dentes elétricas já estão por aí há um bom tempo e a onda das escovas inteligentes está chegando; a Oral B começou com essa história e algumas outras marcas estão pegando a onda. A Philips, por exemplo, já está na terceira geração do seu modelo Sonicare DiamondClean Smart e em seu estande da IFA, em Berlim, demonstrou o funcionamento.

No primeiro uso é preciso fazer um mapeamento 3D da sua arcada dentária, é a partir desses dados que ela irá oferecer informações para “cuidar” da saúde bucal e saber como deve ser o movimento de limpeza. Isso porque ela é elétrica, então não é preciso fazer muito esforço: você escolhe um tipo de cerda – existem quatro: para limpeza da língua, para gengivite, branqueamento ou limpeza – e o aparelho seleciona o melhor modo de funcionamento.

Depois de configurado, você coloca a escova na boca e ela praticamente faz todo o trabalho. Conectando-a no aplicativo do smartphone por meio do Bluetooth, dá para ver algumas informações, incluindo se você está colocando pressão demais em um determinado local ou se está movimentando muito rápido.

Este cabeçote é para a limpeza da língua

Além disso, graças ao mapeamento 3D que se faz, o aplicativo diz se você esqueceu de escovar alguma região. No final das contas, ele tá uma nota de “performance” levando em consideração as escovações dos últimos 30 dias. O processo todo leva de um a dois minutos e a sensação é bem parecida com o uso de uma escova de dentes elétrica.Por fim, existe um lembrete para trocar o cabeçote do aparelho, ou seja, as cerdas – o aparelho em si é vendido separadamente.

A parte meio bizarra de tudo isso é que você precisa ficar carregando a sua escova de dentes na tomada; ela vem até com um case com conector USB para você poder levar na mochila. Fora que, para quem está acostumado com uma escova tradicional, usar uma dessas é uma ideia que soa até um pouco futurista. Aqui na IFA, o quiosque de testes dessa escova fez bastante sucesso: era raríssimo passar por lá e não tem alguém experimentando.

A Philips não tem previsão para lançar o produto no Brasil. Na real, ele nem deve chegar por aqui. Para você ter a ideia do preço de uma dessas, ela é vendida na Best Buy por US$ 329 (R$ 1.033, em conversão direta).

O Gizmodo Brasil viajou para Berlim a convite da Philips.

Todas as imagens: Alessandro Junior/Gizmodo