Laboratório itinerante percorre o País capacitando alunos de cursos de TIC

Um laboratório itinerante com tecnologia e equipamentos de ponta. E que capacita estudantes de tecnologia da informação em programação SWIFT para plataforma iOS por onde passa. Ele une conhecimento, tecnologia e dá direcionamento de carreira para esses alunos. Muito prazer, este é o HACKaTRUCK.

Iniciativa da IBM Brasil e da Flextronics, com execução do Instituto de Pesquisas Eldorado e colaboração da Apple, o HACKaTRUCK percorrerá 11 cidades brasileiras, onde pretende capacitar 500 alunos ao longo de dez meses de trajeto. Quer entender como funciona tudo isso? A gente mostra para você:

Web

Claro que o curso em si não pode deixar a desejar. “Utilizamos a metodologia challenge based learning, aquela em que os próprios alunos trazem o problema e se engajam para resolvê-lo utilizando as tecnologias oferecidas. Não é um curso profundo, mas é possível aprender os recursos básicos para desenvolver um aplicativo para iOS”, conta Claudio Schlesinger, Executivo de Parcerias Educacionais da IBM Brasil. Além do curso, também são organizadas oficinas e palestras sobre startups e empreendedorismo.

Claudio Schlesinger, Executivo de Parcerias Educacionais da IBM Brasil.

Entre os alunos da etapa do HACKaTRUCK no Mackenzie, universidade localizada na regiao central de São Paulo, a experiência foi satisfatória. Afinal, eles entram em contato com diferentes tecnologias, linguagens e abordagens no mundo da programação. Os alunos ainda aprendem a utilizar o Bluemix, oferta de plataforma como serviço (PaaS) de cloud computing da IBM. A plataforma, que funciona tanto para startups quanto para grandes empresas, ajuda programadores e desenvolvedores que desejam utilizar uma solução ou produto como serviço para fazer o deploy da aplicação na nuvem.

Descobri muita coisa nova e pretendo, no futuro, continuar desenvolvendo aplicativos.

Gustavo Sales

“Aqui aprendi na prática como chegar a uma ideia, trabalhá-la em grupo e executá-la. Descobri muita coisa nova e pretendo, no futuro, continuar desenvolvendo aplicativos”, afirma Gustavo Sales, que faz parte do grupo que desenvolveu um aplicativo de organização acadêmica. “Aqui no HACKaTRUCK temos todos os dispositivos que precisamos para programar. Tudo que imaginamos existe aqui dentro”, relata Renan Soares, que criou um jogo de educação ambiental com outros três colegas.

Para os instrutores Francini de Carvalho e Gustavo Oliveira, o HACKaTRUCK é bastante inovador e está rendendo ótimos frutos. “Temos três semanas para capacitar 56 alunos em uma linguagem que a maioria nunca ouviu. No começo não sabia o que esperar, mas hoje percebo que o resultado é incrível”, diz Francini.

Além disso, Gustavo conta que a experiência é uma forma de aprendizado para eles também. “A cada cidade que passamos tudo muda. Os alunos se interessam por outros assuntos e nós, professores, temos que desenvolver uma nova metodologia. Aperfeiçoamos sempre para atingirmos os alunos da melhor maneira”, finaliza.