Este laptop pode não ter uma aparência tão elegante quanto um ultrabook brilhante, mas isso não importa. Como a Gigabyte conseguiu colocar potência para jogos pesados em um aparelho com 22mm de espessura?

Ele é parte da nova linha Aorus, da Gigabyte. Este modelo, o X7 de 17,3 polegadas, conta com: duas GPUs Nvidia GeForce GTX 765M, um processador Intel Core i7-4700HQ, duas ventoinhas, cinco tubos térmicos, 32GB de memória RAM, um par de SSDs de 512GB, um HDD de 1TB, Wi-Fi 802.11ac, teclado retroiluminado, chip potente de rede, duas saídas HDMI, uma MiniDisplay Port e uma VGA (para colocar até três monitores adicionais além da tela 1080p dele).

Ufa. Você consegue controlar cidades inteiras com esse tipo de hardware. Ou rodar alguns jogos, quem sabe. Não há informações sobre a bateria, mas suspeitamos que não seja grande coisa. O único defeito é o marketing, que tenta traçar paralelos entre este laptop e o Egito antigo:

O touchpad de vídeo com revestimento à prova de marcas de dedo denota a visão clara do comandante através do caos e do tumulto… O emblema de águia metálica e três cristas moldadas simbolizam o ataque rápido e feroz vindo do alto.

O que é… legal, eu acho? De qualquer forma, o notebook parece excelente. Mas é claro que, com essas configurações, não podemos esperar nada barato – ele deve ser lançado lá fora em março custando entre US$ 2.100 e US$ 2.800 dependendo da configuração.  [Aorus viaVerge]