No curto vídeo acima você vê água quicando em uma superfície de vidro sem deixar rastros. Esse novo e avançado vidro pode ser o futuro de tudo, de óculos às lentes de câmeras até painéis solares.

Cientistas do MIT aplicaram uma nova textura geométrica ao vidro para tornar a sua superfície auto-limpante e livre de reflexos e embaçamento. Ainda que a simples ideia de lentes de câmeras que não embaçam seja totalmente incrível, o MIT News explica que esse vidro pode ter impactos gigantescos para a geração de energia. De acordo com o pesquisador Kyoo-Chul Park:

“Painéis fotovoltaicos, explica Park, podem perder até 40% de sua eficiência em seis meses na medida em que poeira e sujeira se acumulem em suas superfícies. Mas um painel solar protegido pelo novo vidro auto-limpando sofreria muito menos com esse problema. Além disso, o painel seria mais eficiente porque mais luz poderia ser transmitida através da sua superfície em vez de ser refletida — especialmente quando os raios do Sol estão inclinados em um ângulo agudo ao painel.”

Todo esse aumento na eficiência pode tornar os painéis solares opções muito mais interessantes — se os pesquisadores encontrarem uma maneira de fazer o novo vidro barato o bastante para ser viável. O MIT News aponta que há grandes chances disso acontecer. Veja, não é o material do vidro em si que faz essas maravilhas, mas sim a textura. Dessa vez os pesquisadores na realidade gravaram o padrão no vidro, mas eles acreditam ser possível simplesmente aplicar a textura a um filme que seria usado como revestimento. Tomara que dê certo! Tô cansado de ter que limpar meu Ray-Ban toda vez que saio de casa. [MIT News via Geeksystem]