A técnica mais convencional de pintura de luz envolve criar desenhos à mão livre usando um ponto de luz em frente a uma câmera capturando uma foto de longa exposição. O resultado é normalmente reconhecível – e outras vezes bem aleatório – e isso faz parte do charme da técnica. Jeff Crossman e Kevyn McPhail usaram uma abordagem diferente, com um braço robótico criando uma pintura de luz perfeitamente pixelizada.

É fácil dizer que o fato deles usarem um robô industrial ABB IRB 6640 como assistente de fotografia é trapaça, mas os resultados são únicos e não devem ser desconsiderados. Além disso, o Flickr já está lotado de faixas aleatórias brilhantes.

As imagens de origem para as pinturas de luz foram capturadas usando uma câmera do Kinect do Xbox, e os dados foram processados com softwares 3D e outras ferramentas para gerar uma nuvem de pontos, muitas vezes composta por um máximo de 5.000 pontos. A extremidade do braço robótico foi equipada com um LED RGB brilhante que consegue gerar qualquer cor, e, lentamente, durante cerca de 25 minutos, ele recriou a nuvem de pontos 3D como uma pintura de luz.

É um processo trabalhoso, mas a precisão do braço robótico significa que os seus criadores podem até fazer movimentos para criar pinturas de luz animadas. O que é algo que sempre acreditamos ser quase impossível – principalmente considerando os movimentos imprecisos das mãos humanas. [Jeff Crossman & Kevyn McPhail viaEngadget]