WhatsApp, Uber, Nubank e Airbnb. O que esses aplicativos têm em comum? O modelo inovador, a tecnologia de ponta e a cloud computing. Isso mesmo. Estes são alguns exemplos de companhias que já estão na nuvem e distribuem os seus serviços por meio dela. O que isso quer dizer? Que sua empresa precisa se adequar a esta nova era, afinal, já estamos em sua segunda onda de adoção.

Nela, a nuvem não é utilizada somente como um produto final. Pelo contrário. Ela já faz parte de todo o seu negócio, inclusive do sistema de gestão empresarial ERP (Enterprise Resource Planning), que são softwares que integram dados e processos de uma empresa em um único sistema. Com a cloud computing, a redução de custos se tornou um senso comum. Agora, é chegada a hora de também inovar, crescer e de flexibilizar a sua empresa com ele.

A nuvem pode ajudar ainda a diminuir o tempo para, escolhido um ERP ou outra solução, atingir os benefícios planejados para esta iniciativa. Este é o conceito conhecido como Time-to-Value. Isso porque na cloud computing, com pequenas configurações, o ambiente está pronto. Além disso, a empresa conta com total segurança dos dados, sem precisar investir em infraestrutura de servidores e rede.

Diante deste cenário, o seu negócio precisa estar preparado para toda essa transformação. É nisso que a Engine pode ajudar. Parceira SAP, ela entrega soluções de gestão empresarial (ERP SAP S/4HANA) para aumentar a competitividade e governança de seus clientes de forma personalizada. Ou seja: oferece um modelo de contratação sem investimento inicial em infraestrutura, que garante a redução de custos e a segurança dos seus dados, além de focar no real problema da empresa (financeiro, vendas, estoque…).

Os diferenciais

O processo de implementação dos produtos da Engine é mais um diferencial, pois assim exige a jornada para a nuvem. Ele é rápido e eficiente graças à metodologia própria. “Ainda na fase de prospecção, trabalhamos junto com a área comercial para entregarmos uma solução completa, que faça sentido para o cliente. Com a proposta fechada, começamos a preparar o ambiente de implantação”, afirma Fernanda Emiliano, diretora de serviços da Engine. Todo o processo leva menos de seis meses em média.

Com a implementação feita, a sua empresa passa a ter acesso à infraestrutura da Engine. Nela, os seus dados estão totalmente protegidos e os sistemas são configurados de acordo com as necessidades do negócio. Dessa forma, não precisa investir em servidores, roteadores, hardware ou equipamentos que exigem alto custo de manutenção e equipe altamente especializada.

De olho no futuro

Há mais de cinco anos, a Engine migrou o ERP SAP para nuvem. Em 2017, foi a vez do S/4HANA, ERP que a SAP construiu para a transformação digital. Mas as inovações não param. Além de oferecer soluções de gestão empresarial, a Engine está de olho nas novidades tecnológicas dessa era.

Conceitos como Big Data, Internet das Coisas, Block Chain e Inteligência Artificial vieram para mudar o que se espera da área de TI. Com essas ferramentas, eventos externos se conectam aos sistemas corporativos, como o ERP. Novamente, a Engine está a postos para ajudar.

“As empresas vão se diferenciar investindo em inovação. É isso que irá torná-las ainda mais competitivas. Também estamos indo ao mercado para oferecer aos já clientes da base SAP soluções que preparam o seu negócio para essa transformação digital”, afirma Fábio Barnes, presidente da Engine.

Para isso, a Engine está em linha com a plataforma SAP Leonardo, sistema digital de inovação que faz a integração dessas tecnologias revolucionárias ao já conhecido ERP. “Nosso diferencial será justamente este: unir os elementos da transformação digital ao ERP, utilizando nossa metodologia de implantação e conhecimento sobre negócios”, diz Fábio.

Quer saber mais? Entre em contato com a Engine e veja como a empresa pode ajudar você.

Aproveite e siga a empresa nas redes sociais: Facebook e Linkedin. 


Os comentários estão desativados.