O Facebook parece estar se preparando para lançar um novo tipo de captcha que pede aos usuários para provarem sua identidade subindo fotos de seus rotos, conforme noticiou a Wired na terça-feira (28).

Ao menos alguns usuários relataram encontrar uma mensagem lhes pedindo para “subir uma foto sua que claramente mostre seu rosto”, acompanhada de uma garantia de que o Facebook iria “checá-la e então deletá-la permanentemente de nossos servidores”. Em um comunicado à Wired, um porta-voz do Facebook escreveu que o novo sistema tinha como intuito “ajudar a detectar atividade suspeita em vários pontos de interação no site, incluindo criar uma conta, enviar solicitações de amizade, configurar pagamentos de anúncios e criar ou editar anúncios”.

Os usuários parecem ficar bloqueados até que o Facebook verifique que a foto é legítima, um processo que, segundo a Wired, é automático e compara fotos publicadas por outros no site para garantir que não é uma imagem duplicada ou falsa.

Como apontou a Wired, rumores de um sistema desses têm circulado pelo menos desde abril, quando vários usuários postaram em uma thread no r/socialmedia, do Reddit, dizendo que haviam encontrado um bloqueio quase idêntico na hora do login.

Outros gigantes da tecnologia, como a Apple, implementaram novas formas de reconhecimento facial por motivos de segurança, embora o Face ID, no iPhone X, conte com um escaneamento em 3D do rosto do usuário e, portanto, seja presumivelmente mais difícil de se enganar.

Embora alguns usuários provavelmente devam ficar assustados com o Facebook lhes pedindo para enviar selfies para fazer login, a verdade é que o site já tem uma quantidade Orwelliana de informações sobre seus membros: anos de fotos embaraçosas, publicações de status desastrosas, conteúdo de mensagens diretas, números de celular, endereços e informações de cartão de débito (nos EUA). Mas, ei, pelo menos é um pouco menos perturbador do que o programa piloto do Facebook para combater a pornografia de vingança, que envolve os usuários tendo que enviar fotos nuas ou vídeos para o site para bloquearem o conteúdo preventivamente.

[Wired]

Imagem do topo: AP