O algoritmo de reconhecimento facial do Facebook está bem poderoso e a nova ferramenta que a rede social anunciou nesta terça-feira (19) é prova disso: sempre que alguém publicar uma foto na qual você esteja aparecendo, uma notificação será enviada para o seu perfil. A ferramenta funcionará a partir de agora, apenas com novas fotos e imagens que estão marcadas com ajustes de privacidade que sejam visíveis para você.

O objetivo, segundo Joaquin Quiñonero, diretor de aprendizado de máquina do Facebook, é dar mais controle sobre a sua própria imagem. “Estamos fazendo isso para prevenir que pessoas se passem por outras no Facebook”, comentou em uma publicação no blog oficial. Há também um alerta para quando alguém tentar usar uma foto sua como imagem de perfil.

Nessa mesma pagada de algoritmos capazes de reconhecer rostos, outra ferramenta foi lançada para ajudar pessoas com deficiência visual, dizendo quais pessoas estão na imagem por meio de uma descrição de leitura de tela. Da mesma forma que o Facebook sabe quem você é a uma marcação, ele contará para o deficiente quais as pessoas ali.

A ferramenta não é uma grande novidade. Afinal, se você já marcou pessoas em fotos no Facebook sabe que a rede te dá sugestões imediatas sobre quem é quem. A justificativa de que a funcionalidade pode ajudar a ter mais controle sobre a imagem e identidade não é tão sólida, uma vez que se você não fizer parte da audiência daquela publicação, não receberá notificação alguma. Em outras palavras, se alguém quiser usar a sua imagem, basta pedir para que a rede social não exiba aquela foto para você.

Se você não curte muito a ideia do Facebook ter um molde da sua face e realizar a leitura de todas as imagens nas quais você apareça, é bom desligar ompletamente o reconhecimento facial. Uma nova opção deve ser adicionada em breve e os usuários verão um botão de ”ativado/desativado” em vez de configurações individuais para cada recurso na plataforma que usa a tecnologia de reconhecimento facial.

E é claro que a opção padrão é “ativado”, então dê uma olhada em suas configurações de privacidade caso queira desabilitar o recurso. De acordo com o Facebook, uma vez que você desativa o reconhecimento facial, o molde do seu rosto utilizado para te encontrar nas imagens será deletado dos servidores da companhia.

A nova ferramenta não estará disponível no Canadá e na União Europeia, que têm regras mais rígidas de controle de privacidade.

[Facebook]

Imagens: Facebook/Divulgação