A SpaceX fez história nesta terça-feira (7) ao lançar o seu primeiro foguete Falcon Heavy – e o Tesla Roadster pessoal de Elon Musk – para o espaço, iniciando uma nova era para a empresa aeroespacial.

• Agência espacial do Japão estabelece recorde de menor foguete já lançado
• O doidão terraplanista falhou mais uma vez na tentativa de se lançar no céu a 804 km/h

Às 18:45 no horário de Brasília, e com apenas 15 minutos sobrando na janela de lançamento, o Falcon Heavy trovejou em direção ao espaço a partir da plataforma de lançamento 39A do Centro Espacial John F. Kennedy em Cabo Canaveral, na Flórida, deixando um enorme rastro de fumaça para trás.

Imagem: SpaceX

Milhares de espectadores comemoraram quando o foguete se levantou e se perdeu de vista. Câmeras mostraram o “núcleo” do foguete que liberou os dois impulsionadores aproximadamente três minutos após a decolagem; ambos realizaram pousos bem sucedidos na Terra.

Na sequência de uma manobra de virada, o impulsionador de fase final deixou a sua carga e realizou a reentrada na atmosfera antes do previsto para a tentativa de pouso vertical na balsa Of course I Still Love You. O núcleo central do foguete não retornou com segurança à Terra, uma vez que dois de seus três motores não conseguiram ser ativados. Ele caiu a 500 km/h no oceano e atingiu a plataforma e motores da embarcação que a sustenta.

Em um tuíte, a SpaceX afirmou que “o corte do segundo estágio do motor saiu como planejado” e Elon Musk adicionou que a fase superior “passará 5 horas entre o cinturão de Van Allen e então tentará a queima final em direção a Marte”.

Imagem: SpaceX

Muitos foguetes poderosos foram lançados antes, incluindo o Saturn V utilizado durante as missões Apollo, mas o Falcon Heavy se tornou o foguete operacional mais poderoso do mundo. Essa coisa consegue gerar mais de vinte mil toneladas de empuxo e carregar mais de 500 quilos de carga para a órbita baixa da Terra.

A SpaceX originalmente projetou o foguete para levar humanos ao espaço, incluindo potenciais missões para Marte, mas Musk diz agora que o Falcon Heavy nunca terá passageiros – uma tarefa que será delegada para um sistema de transporte espacial ainda maior, chamado Big Falcon Rocket, ou BFR, que está em desenvolvimento.

O impulsionador do estágio 2 funcionando. (Imagem: SpaceX)

Elon Musk, CEO da SpaceX, cumpriu com a sua palavra e lançou o seu carro Tesla Roadster ao espaço, junto com um boneco chamado Starman, sentado atrás do volante. O carro está sendo conduzido para uma órbita elíptica e ficará à deriva por centenas de milhões de anos. Uma transmissão ao vivo do Starman pode ser vista aqui.

Vista a partir do Controle de Lançamento da SpaceX. Aparentemente, há um carro em órbita ao redor da Terra.

É muito cedo para dizer se tudo ocorreu exatamente como a SpaceX planejava, mas dado o medo de explosões ou batidas, o evento foi considerado um grande sucesso. A companhia agora pode se preparar para lançamentos futuros, incluindo contratos comerciais, em lançamentos para daqui poucos meses.

Aterrisagem sincronizada dos impulsionadores laterais. (Imagem: SpaceX)

Você pode assistir ao lançamento completo aqui:

Imagem do topo: AP