\ Fidget spinners com baterias estão pegando fogo - Gizmodo Brasil

Depois de passar pela transição de ser uma curiosidade obscura para uma moda onipresente em tempo recorde, os fidget spinners completaram neste mês o ciclo dos brinquedos do século 21 ao se tornar algo que tem o potencial de queimar a sua casa. De acordo com reportagens de veículos de imprensa locais dos Estados Unidos, pelo menos dois brinquedos que eram ativados por meio de Bluetooth explodiram e pegaram fogo enquanto estavam carregando.

• O principal motivo pelo qual baterias explodem e pegam fogo
• Agora até caixas de som bluetooth estão explodindo

Mães em Michigan e Alabama compartilharam histórias similares a respeito dos brinquedos, ambos que tinham baterias internas para alimentar alto-falantes Bluetooth. Nos dois casos, o dispositivo estava plugado na tomada quando pegaram fogo.

“Iríamos sair de casa em cerca de cinco ou dez minutos naquele dia. [Meu filho] percebeu ele pegar fogo e começou a gritar”, disse Kimberly Allums de Gardendale, no Alabama, ao WBRC. “Eu estava no andar de baixo e tudo o que ouvi foi ‘fogo, fogo’. O fidget spinner não estava soltando fumaça, estava em chamas”.

Allums disse que o spinner ficou carregando por menos do que 45 minutos. Quando ela tentou identificar a fabricante do brinquedo defeituoso, só encontrou as palavras “Made in China” na caixa em que ele veio.

Assim como hoverboads (e todos os dispositivos com bateria que não foram regulamentados) a corrida dos fidget spinners eletrônicos ao mercado e a falta de padrões de segurança aumentam o risco de falhas graves e perigosas como essas. Ao contrário dos hoverboads, esses pequenos spinners podem ser facilmente confundidos com brinquedinhos inofensivos – mas fogo é fogo.

“Eles são simplesmente coisas que você gira e adora brincar”, disse Michelle Carr, outra mãe que viu o brinquedo explodir em casa, ao WEYI. “Sei que existem muitas crianças que querem comprar um desses, mas se você colocar ele na tomada, fique por perto e se assegure de que está carregado e não pegue fogo”.

Em comunicado enviado ao Gizmodo, o órgão americano CPSC (Comissão para Segurança de Produtos ao Consumidor) disse que está investigando os incidentes e recomendou que usuários “fiquem por perto dos produtos que possuem bateria quando eles estiverem carregando”:

Nunca carregue um produto com baterias durante a noite enquanto você está dormindo. Sempre siga as instruções da fabricante e utilize o carregador da fabricantes que é feito especificamente para o seu dispositivo.

O CPSC também está investigando relatos de incidentes envolvendo crianças e fidget spinners. Aconselhamos manter esses brinquedos longe de crianças pequenas, porque eles podem quebrar em pequenos pedaços. É recomendável também avisar a crianças mais velhas para não colocar os spinners da boca.

E é melhor não comprar um brinquedo desse que tenha bateria.

[WBRC/WEYI]

Imagem do topo: WEYI