O Google anunciou há pouco que vai acabar com o Google Reader em sua “faxina” mais recente – eufemismo para se livrar de produtos que poucas pessoas usam (mesmo que ainda adorem o serviço).

Então, sim, isso significa que o leitor RSS favorito de muitas pessoas será desligado para sempre em 1° de julho. Você tem pouco mais de três meses para migrar seus feeds para outro lugar.

O Google vai se livrar do Reader porque, como uma empresa, eles estão “concentrando toda a energia [deles] em menos produtos”. O Google explica a morte do Reader:

Lançamos o Google Reader em 2005, em um esforço para tornar mais fácil descobrir e acompanhar seus sites favoritos. O produto tem um público fiel, mas ao longo dos anos seu uso tem diminuído. Assim, em 1° de julho de 2013, vamos aposentar o Google Reader. Usuários e desenvolvedores interessados ​​em alternativas RSS podem exportar seus dados, incluindo as suas inscrições, com o Google Takeout ao longo dos próximos quatro meses.

Da última vez que o Google atualizou o Reader, em 2011, foi para introduzir a nova interface comum a todos os seus produtos. Mas não só: todos os aspectos sociais do Reader foram removidos, para colocar um foco maior no Google+. Muitos usuários demonstraram sua frustração, mas o Google não voltou atrás. Agora, o serviço vai acabar de vez.

E agora?

O futuro de clientes RSS é no mínimo incerto, com o Twitter e outras redes sociais crescendo em importância na divulgação de notícias. Mas, ainda assim, quem ainda usava o Google Reader todos os dias – como nós! – terá que descobrir uma nova rotina de leitura na internet até julho. Isso nunca é legal.

Para quem está procurando alternativas, eis algumas para experimentar:

Para garantir que você não perca nenhum de seus feeds RSS, você pode baixar todos os seus dados do Reader com o Google Takeout – saiba mais aqui. Seus feeds serão armazenados em um arquivo XML e informações diversas – como as pessoas que você segue, itens que você estrelou etc. – serão armazenados em um arquivo JSON.

E assim, vamos pouco a pouco dizendo adeus ao Google Reader. [Google]