A notícia que correu por aí ontem é que finalmente “confirmaram” que o iPhone 4 vendido no Brasil é fabricado aqui. Um leitor do MeioBit mandou esta foto da caixinha que prova que o iPhone 4 de 8 GB à venda na Apple Store é feito em Jundiaí. Nós tínhamos certeza disso, é claro, então a verdadeira notícia é que alguém por algum motivo bizarro decidiu comprar um iPhone 4 de 8 GB por R$ 1.800, em pleno 2012.O Felipe do MeioBit percebeu que na URL da loja da Apple para o iPhone 4 consta o modelo MD128BR. Os iPhones vendidos no Brasil vindos da China costumam ter BZ no código, e ele concluiu que o iPhone 4 em questão seria Made in Brazil. Para confirmar a teoria, faltava o mais difícil: alguém que tivesse pagado mil e oitocentos reais por um iPhone 4, quando o 4S de 16GB desbloqueado na TIM custava 100 Reais a mais.O Felipe achou o Gabriel, que não respondeu ainda um pedido de contato meu (mas retuitou o pedido de entrevista de outro jornalista) mas ao que tudo indica (pela idade e o corte de cabelo) ganhou o dito iPhone. Provavelmente de alguém que não tem ideia de que os preços do iPhone na loja da Apple são muito acima do razoável, mas que é possível encontrá-los por valores significativamente menos extorsivos por aí. Nós já tínhamos fotos do modelo sendo fabricado em outubro, a MacMagazine recebeu fotos de um iPhone brasileiro pronto no fim de novembro e ele apareceu na loja da Apple em dezembro. O curioso, então, foi quanto tempo demoraram para confirmar a “existência” dele. E por confirmar, leia-se “comprar”. O que me leva a crer que o iPhone 4 de 8GB custando 1.800 Reais não está vendendo muito. E isso me deixa particularmente feliz.A questão agora é tentar entender o que diabos a Apple queria jogando o iPhone 4 a esse preço, com o lançamento do iPhone 4S por quase o mesmo nas operadoras. Será que um ou outro pai incauto navegando pela loja online da Apple é um público grande o suficiente para justificar a enorme margem de lucro? Será que ela não sabia que “fabricar” um iPhone no Brasil (aspas bem grandes no fabricar, porque tudo vem de fora) não iria baixar tanto o custo? Se este é, como tudo indica, o único modelo de iPhone fabricado aqui, o que diabos a Foxconn e a Apple querem em Jundiaí?Braziliphone3 wtmkQuando a notícia do iPhone 4 Made in Brazil apareceu, a informação que tínhamos (e o exemplo dos outros lugares do mundo) é que a Apple iria usar o iPhone popular para jogar mais agressivamente no preço e abocanhar outros pedaços do mercado, o de smartphones de mil Reais dominados por N8s, Motorolas e Galaxy S. Tudo parecia se encaixar na teoria, especialmente porque no resto do mundo o iPhone de uma geração atrás custa 33% a menos que o novo nos planos pós-pagos.Mas aí quando ele apareceu, nada de diminuição: o iPhone 4 que tinha 16 GB foi substituído por um nacional, com 8 GB a menos e manteve o preço de um ano atrás. Qual a ideia? Será que a Foxconn esperava mais “incentivos” do governo, que virão com a tal “MP do Bem dos smartphones”? Será que o povo da fábrica aqui não “trabalha muito”, como diz o próprio presidente da Foxconn (se por “trabalhar muito” ele quer dizer “como os chineses” eu aceito o elogio)? Ou será que é só mais do velho pensamento “Ah, brasileiro paga caro, pode cobrar o que for?”. Não saberia dizer. O que quer que seja, a demora na confirmação do primeiro “iPhone fabricado no Brasil” é um sinal de que algo deu errado. Desculpa aí, “indústria nacional”. Mas nada disso faz muito sentido pra mim. [MeioBit]