O pôr-do-sol é um dos cenários mais fotografados no planeta, e há um bom motivo para isso. Mas, por ser tão fotografado (e agora postado no Instagram), ele se tornou um clichê fotográfico. Mesmo que todo pôr-do-sol seja único, é bem difícil capturá-lo de forma única. É difícil escapar completamente do aspecto cliché dessas imagens, mas eis cinco dicas para ajudar a aumentar suas chances de fotografar algo interessante.

Olhe para trás

Temos o costume de pensar na vida se movendo para frente. Biologicamente, muito disso vem da nossa forma física que coloca nossos pés virados para frente, e os olhos direcionados para frente também. Não passamos muito tempo olhando para trás (nem para cima). Às vezes, no entanto, as melhores coisas podem estar bem atrás de você. E isso pode ser verdade também para o pôr-do-sol. O sol pode estar na sua frente, mas talvez as nuvens atrás de você sejam mais bonitas para uma foto.

Use a linha guia

Não conhece o conceito de linhas guia? São elementos na sua imagem usados para chamar a atenção de quem olha para ela. Perceba no primeiro exemplo abaixo como usei a linha da calçada, e até certo ponto, as rochas do lado esquerdo, para dar ao seu olho uma espécie de “caminho” a seguir na imagem. Esta é uma forma clássica de envolver o espectador.

pordosol1

Imagem: Reserva: Natural Marinha Hamelin, na Austrália

Em outro exemplo (abaixo), veja como as linhas da praia te levam para o pescador e o barco ao fundo.

pordosol2

Imagem acima: Monkey Mia, na Austrália

Procure uma história

Uma bela imagem é, bem, apenas uma bela imagem. Em vez de simplesmente uma imagem estática, que tipo de história você pode contar a partir dela? Há algo acontecendo ao redor que você pode incorporar à imagem para aumentar o interesse dos espectadores, fazer com que eles façam perguntas? Essa é, provavelmente, a dica mais importante. Novamente, envolver o espectador é fundamental.

Procure silhuetas

O pôr-do-sol é o momento ideal para procurar por e fazer uso de silhuetas. Silhuetas costumam vir naturalmente quando você inclui objetos em fotos do pôr-do-sol, mas se você ficar com olhos e mente aberta, nunca se sabe qual ideia menos óbvia pode surgir. Muitas coisas podem gerar belas silhuetas, especialmente se são coisas que podem ser reconhecidas, ou que criam padrões interessantes. Árvores costumam ser ótimas para silhuetas, especialmente no inverno, quando estão sem folhas.

pordosol3

Imagem acima: Parque Victor Steincrueck, Seatle, Estados Unidos

Coloque algo em primeiro plano

Você pode testemunhar o pôr-do-sol mais brilhante do mundo, mas se tudo o que aparecer na sua foto for o sol, ela provavelmente vai parecer estática, ou como se faltasse alguma coisa. Tente colocar algo em primeiro plano. Elementos em primeiro plano pode tornar as composições mais interessantes. O pôr-do-sol é um assunto distante, então colocar algo mais próximo, em primeiro plano, ajuda a balancear a composição.

pordosol4

Imagem: Newport, nos Estados Unidos

No fim, é possível fazer muito mais do que o cliché para conseguir uma bela imagem de pôr-do-sol. Lembre-se: uma boa fotografia do pôr-do-sol não é necessariamente sobre ele, e sim sobre como você consegue envolver as pessoas que olham para ele. [5 formas de tirar fotos melhores do pôr-do-sol]


Darin Rogers é um fotógrafo freelancer especializado em cultura, viagem e arquitetura. Nascido nos Estados Unidos, ele atualmente vive entre Austrália e Filipinas. Ele regularmente viaja pelo mundo em busca de fotos espetaculares que podem ajudá-lo a ficar conhecido no mundo inteiro. Você pode conhecer seu trabalho no seu ebook, Capturing the Journey, e ler seu blog. Ele também está no Facebook e Google+.