Parece uma cena de Contatos Imediatos do Terceiro Grau, mas é real. É uma vista incrível e verdadeira de um dos mais estranhos fenômenos celestes que você pode ver na Terra. Ele foi testemunhado no resort de esqui Levi, na Lapônia finlandesa.

Na foto acima, o fotógrafo Pauli Hänninen capturou um halo lunar, um círculo de luz ao redor da Lua. A curva que o “atravessa” no meio é um círculo parélico. E as duas manchas de luz nas laterais se chamam parélios. Na foto abaixo, você pode ver um terceiro parélio – é o ponto brilhante alinhado com o círculo.

parelio (2)

Estes eventos raramente acontecem juntos. E só em ocasiões muito raras, tudo isso acontece sob a luz da Lua.

Pauli conta como tirou estas fotos:

Estava frio e com muito nevoeiro; as temperaturas giravam em torno de -10ºC. Era próximo à área de produção de neve, pois dezenas – se não centenas – de canhões estavam fazendo o percurso para a Copa do Mundo [de Esqui Alpino]… Quando as nuvens começaram a se dispersar, havia cores do arco-íris no céu e um halo que se expandia por 360 graus.

Os canhões de neve são um elemento crucial aqui. Eles atiram neve para cima, assim:

snow cannon

As máquinas de neve na estação de esqui produziram cristais que ficaram suspensos no ar. E para ver aquele espetáculo incrível no céu, a luz do sol precisa refratar (se dispersar) nesses milhões de cristais de gelo hexagonais, que ficam suspensos sob certas condições meteorológicas.

É mais um motivo para ir ao norte do planeta, onde esses espetáculos – assim como as auroras – podem acontecer. Veja mais fotos aqui: [yle.fi]

Fotos por Pauli Hänninen e Alex G./Flickr