Plana. Como um faixa no espaço. Fina. Esticada. Mas como é que todas as galáxias ficam assim? A NASA tem a resposta. E ela tem a ver com como uma bola de massa vira um disco de pizza.

Esta imagem da galáxia espiral ESO 373-8 foi capturada pela NASA com o telescópio Hubble. Mesmo a 25 milhões de anos-luz, sua forma é bem familiar. Por quê? Eis a explicação:

Tente girar na sua cadeira com seus braços e pernas esticados. Lentamente, recolha-os, e aperte-os contra seu corpo. Notou alguma coisa? Você deve ter começado a rodar mais rápido. Este efeito ocorre devido à conservação do memento angular, e também é válido para galáxias.

Esta galáxia era, no início, uma monstruosa bola de gás girando lentamente. Ela começou a desmoronar para dentro e, portanto, a girar mais e mais rápido, até que, como uma massa de pizza girando e esticando no ar, um disco começou a se formar. Qualquer coisa que se aproximasse era atraída e alinhada com o resto do movimento, criando uma forma aerodinâmica.

O momento angular sempre é conservado — seja num disco galático a 25 milhões de anos-luz, seja num astrônomo profissional ou amador girando numa cadeira de escritório.

Pizza. Espaço. Que delícia.