Alain Robert, o “Homem-Aranha francês” conhecido por escalar edifícios altos, escalou sua própria versão do Everest: o Burj Khalifa em Dubai, o edifício mais alto do mundo.

A escalada levou seis horas para ele, e a maior parte iluminada apenas por um holofote – não dá pra escalar de dia, faz muito calor no deserto. Ele usou um arnês (cinto de segurança usando em escaladas) e estava preso por uma corda (“para obedecer as regras de segurança”), mas escalou o edifício sem depender de nenhum dos dois.

Não sei se entendo o motivo de Alain fazer isso, mas vê-lo escalar me faz gostar mais dele. Imagine olhar para cima e ver um cabeludo “acenando triunfalmente” no topo de um titã de vidro, só porque ele pode.

Em seu site oficial, Alain diz: “apesar de eu sofrer de vertigem, e apesar de meus acidentes já terem paralisado até 66% do meu corpo, eu me tornei o melhor escalador solo.” [BBCimagem via AP]