Pela primeira vez na história, astrônomos da NASA “descobriram, fora do sistema solar, o primeiro planeta com tamanho e composição rochosa semelhantes aos da Terra”. O novo planeta se chama Kepler-78b, mas você pode chamá-lo de Gêmeo Infernal.

Alguns planetas têm o tamanho semelhante ao da Terra. Outros têm a massa semelhante. Mas o Kepler-78b é o primeiro a combinar ambos, segundo a NASA. Ele tem 1,2 vezes o raio do nosso planeta, e 1,7 vezes a massa, “resultando em uma densidade igual à da Terra”. O planeta possui até a mesma composição de rocha e ferro.

Mas, apesar das semelhanças, este planeta – localizado a 400 anos-luz na constelação Cygnus – não é o paraíso que você está imaginando. Ele gira em torno de um estrela “um pouco menor e com menos massa do que o Sol”. No entanto, ele completa uma volta ao redor da estrela em apenas 8,5 horas – está muito próximo dela.

Nas palavras da NASA, o Kepler-78b é “um inferno em chamas e inadequado para a vida como a conhecemos”. Não há como viver nele; apenas sofrer por um segundo antes de pegar fogo. Felizmente, o telescópio espacial Kepler vem descobrindo outros planetas que preenchem quase todas as condições necessárias para ter vida como a conhecemos.

A descoberta foi confirmada de forma independente por telescópios terrestres, e será detalhada na revista Nature. [NASA]

Kepler-78b (2)

Representação artística do Kepler-78b