Com exceção do Fievel, eu tendo a não gostar de ratos. Mas fiquei com pena deste: ele parece estar sofrendo demais por causa de um emissor de infrassom colocado por algum japonês sem coração. No Japão, encontra-se nos supemercados mil produtos para matar ou apenas torturar uma praga, sempre com desenhos engraçados para explicar o funcionamento. 

Eu não sei ler em japonês, mas imagino que em todas as caixas esteja escrito "seus problemas acabaram", quanto de mana você precisa para usar cada arma e qual nível máximo o rato, pombo ou barata pode ter para você matar. Acho que é isso. Isso é mais um recorte para mostrar que os desenhos típicos japoneses estão em absolutamente todos os lugares. E eles sempre me fazem rir.