Desde que o Google criou a linha Nexus em 2010, ela oferece boas especificações e traz o Android puro e intocado. O Nexus 5 é um dos melhores Androids que existem. Mas o Google pode ter bons motivos para acabar com tudo isso.

O blogueiro russo Eldar Murtazin publicou um rumor de que a linha Nexus acabará em 2015. Será verdade? Bem, às vezes ele acerta em cheio; às vezes ele erra feio (ou não reconhece o erro). Mas, de um jeito ou de outro, há algo que não dá para negar: isso faz bastante sentido para o Google.

Mas faz sentido para você, que quer um smartphone potente sem pagar muito? Sim. O Google também pensou nisso.

ATUALIZAÇÃO: o Google pegou todo mundo de surpresa anunciando que vendeu a Motorola para a Lenovo. Ou seja, agora fica mais difícil acabar com a linha Nexus. Abaixo segue nossa análise antes disso acontecer.

Nexus e Google Play Edition

k-bigpic (3)

Antigamente, o Nexus estava sozinho. Era uma iniciativa do Google com Android puro, contra uma legião crescente de aparelhos com skins feias no software, e pesados com tanto bloatware. Ele representava o que celulares Android poderiam oferecer se as fabricantes e operadoras parassem de estragar tudo.

Claro, a linha Nexus sempre foi mais do que apenas uma forma de levar o Android puro às massas. Ele também é um acordo entre o Google e as fabricantes: a empresa escolhe a melhor base – como o Galaxy S, ou o LG G2 – tira as firulas de software e o vende como um exemplo a seguir.

Neste processo, o Google precisa ceder (no que se trata de hardware), mas a fabricante também precisa – afinal, elas são apaixonadas por bloatware e skins. A linha Nexus mantinha um equilíbrio que valia a pena ter.

Mas as coisas mudaram desde então: o Google começou a oferecer o melhor hardware do mercado com Android puro, através dos smartphones “Google Play Edition”. Por mais que sejam caros, eles vêm desbloqueados, servindo para desenvolvedores testarem seus apps.

Vários aparelhos estão disponíveis nessa versão: Samsung Galaxy S4, HTC One, LG G Pad 8.3, Sony Z Ultra e Moto G (além do Moto X Developer Edition). E, de muitas maneiras, isso tornou irrelevante o conceito do Nexus. Todos da linha “Play Edition” são Nexus, só que sem o preço subsidiado. Eles não estão disponíveis no Brasil, mas isso pode ser questão de tempo – os primeiros Nexus também não foram lançados por aqui.

Nexus e Moto X

SONY DSC

A única grande parceira do Android que não tem um dispositivo Nexus, claro, é a Motorola. Isto pode parecer estranho, já que ela pertence ao Google. No entanto, escolher a Motorola como favorita não seria bem recebido por muitos parceiros do Android. E o Google não quer perder o apoio das empresas que o levam ao mercado e que, em última análise, são responsáveis por seu sucesso.

Então, em vez de um dispositivo Nexus, o Google e a Motorola lançaram o Moto X. Ele é lindo, acessível, mas não roda Android puro: ele roda Android puro com algo a mais. Em vez de bloatware, temos recursos verdadeiramente úteis.

Não existe um Moto Nexus porque o Moto X tem software melhor do que um Nexus – e ele recebe atualizações bem rápido. É uma evolução, um possível futuro do Android em um smartphone atual.

Todo mundo sai ganhando

nexus 5 camera review

O Google oferece hardware top de linha das principais fabricantes – incluindo Samsung, Sony e HTC – em versões Play Edition mais caras. Enquanto isso, os smartphones da Motorola trazem um Android melhor que o puro e têm preço acessível. Tendo isso em mente, onde a linha o Nexus se encaixa?

Acabar com o Nexus resolve diversos problemas de uma só vez. As fabricantes não precisam mais criar um smartphone especialmente para o Google. Elas podem ter apenas um flagship, colocar Android puro nele e vendê-lo como Google Play Edition, para desenvolvedores e nerds pagarem o preço cheio.

Enquanto isso, em lojas físicas, o Google vende o seu novo smartphone em paz. E agora, o Android padrão não é o principal objeto de desejo: queremos o Android da Motorola, com funções a mais e sem peso morto. Ainda por cima, o Google acaba com aquele estigma de que o Nexus é só para nerds. (Seus amigos não-nerds conhecem o Nexus?) O Moto X é, como dissemos em nosso review, o mais humano dos Androids – ele foi feito para todos. E ainda tem preço acessível!

O Nexus pode ou não acabar em um ano. Mas, independentemente do que acontecer, substituí-lo pelo Google Play Edition e Motorola faria muito sentido.