Há alguns anos o Google se envolveu em um pequeno debate envolvendo carros do Street View que coletavam dados pessoais de redes Wi-Fi – além de tirar as fotos das ruas, eles também guardavam informações sobre redes por onde passavam.

Agora o caso parece ter sido encerrado, e não apenas as pessoas que tiveram a privacidade invadida serão beneficiadas – todos vão ganhar um pedaço do bolo! Além de uma multa de US$ 7 milhões, o Google está sendo forçado a ensinar todo mundo a usar uma coisa que eles gostam de chamar de “senha”.

Para prevenir danos causados pelos carros que fuçam redes alheias – o que eles afirmam que foi feito sob orientação de um engenheiro malandro – de acontecer novamente, o primeiro passo do Google será iniciar uma “semana de privacidade” entre seus funcionários. As atividades envolvidas podem ser “Eu devia fotografar esta mulher nua?“, “Eu devia tirar uma foto deste assassinato?” e “Eu devia coletar dados de redes Wi-Fi de civis?“. Além disso, o New York Times escreveu o seguinte:

“O Google precisará criar um vídeo para o YouTube explicando como as pessoas podem facilmente criptografar os dados em suas redes sem fio e rodar um anúncio diário promovendo-o por dois anos. Ele também precisa rodar anúncios educativos nos maiores jornais em 38 estados norte-americanos, que incluem, além de Connecticut, Nova York, Nova Jersey, Massachusetts, Califórnia, Ohio e Texas.”

Tecnicamente, nada que o Google fez foi ilegal, mas eles admitiram a violação de privacidade. E para algumas pessoas, pelo jeito, os vídeos são necessários. [New York Times via Forbes]