Ai, mas que ironia. O Google quer se juntar ao caso antitruste da União Europeia contra a Microsoft ao mesmo tempo em que, lá nos EUA, o chefe antitruste de Obama quer crucificá-los em uma enorme placa com os dizeres: “Não sejam maus”.

De acordo com Sundar Pichai, vice presidente de gerência de produto do Google:

O Google acredita que o mercado de navegadores ainda é bastante não competitivo, o que refreia a inovação para os usuários. Isto se dá porque o Internet Explorer é atado ao sistema operacional da Microsoft, dominante nos computadores, dando a ele uma vantagem desleal sobre os demais navegadores.

Aposto que as equipes de navegadores Firefox e Apple, atualmente com 21,5 e 8,3% do mercado respectivamente, nem pensam tanto nisto. Será que o Google – com apenas 1% do mercado – acha que a Microsoft não deve incluir o Internet Explorer no seu sistema operacional? Será que eles querem que a Microsoft inclua o Chrome também? O Google deveria incluir o MSN Search e o Yahoo nos seus celulares Android também? [NYT– Ilustração por EricWdesigns]