O eletroencefalograma, ou EEG, pode mudar radicalmente a forma como interagimos com gadgets. Na verdade, já existem headsets que leem suas ondas cerebrais – e se você combinar um deles ao Google Glass? É o que o estúdio londrino de design This Place pensou.

O app MindRDR recebe a leitura de suas ondas cerebrais e permite tirar fotos com o Google Glass – e postá-las no Twitter ou Facebook – usando apenas o poder da mente.

Para isso, no entanto, você precisa usar o Neurosky MindWave Mobile, um headset lançado em 2012 que lê suas ondas cerebrais e detecta se você está concentrado. Ele envia as leituras via Bluetooth e é compatível com iOS e Android.

>>> Como vamos comandar a tecnologia do futuro com a mente

Parece pegadinha, mas não é! O TechCrunch testou o app, e ele funciona assim:

O app traduz suas ondas cerebrais em uma leitura de medidor, que fica sobreposta à visão da câmera no Google Glass. À medida que você “se concentra” mais com sua mente, o medidor sobe e o app tira uma foto do que você está vendo à sua frente. Concentre-se um pouco mais, fazendo o medidor subir novamente – e a foto é postada no Twitter.

No Twitter e Facebook, a foto vai acompanhada pelos indicadores de atenção e meditação (ondas cerebrais beta e alfa, respectivamente) e pelas hashtags #throughmind e #throughglass – veja as fotos aqui. Também há um link em cada tweet com mais detalhes de cada sessão.

Obviamente, este projeto quer apenas explorar uma ideia, e não sugerir que você deveria andar por aí com um Google Glass e um headset na cabeça – seria loucura!

mindrdr googl glass

E quanto custa tudo isso? O Google Glass ainda sai por US$ 1.500, mas o Neurosky MindWave Mobile custa a partir de US$ 100 – e o app MindRDR é gratuito. Não é muito mais caro que apenas o Glass.

Será que, no futuro, poderíamos ter um só headset com a funcionalidade do Glass, mas que permita apenas pensar em comandos? Afinal, o controle com a mente é o futuro. O TechCrunch sugere outros usos para esta combinação:

… por exemplo, criar apps para “treinar” as pessoas a se concentrar melhor, ou para jogar, talvez para ajudar a sugerir lugares para tomar um café quando o sensor captar que você está cansado, ou para uso médico, para pessoas com problemas de mobilidade.

O app MindRDR tem código aberto e precisa ser compilado; ele está disponível neste link. [MindRDR via TechCrunch e The Next Web]

mindrdr googl glass 3