O Google anunciou que o Glass vai receber uma atualização de hardware após o feedback do extenso programa Explorer – mas os atuais proprietários terão que pagar mais US$ 1.500 se quiserem o novo Glass.

Em novembro, o Google anunciou uma versão do Glass compatível com óculos de sol e grau, e também com um fone de ouvido opcional, e substituiu o hardware antigo dos Explorers de graça – desta vez, isso não vai acontecer.

O novo Glass agora possui o dobro de RAM, indo de 1 para 2 GB, e também ganhou uma bateria um pouco maior. O Google afirma que ele terá autonomia 15% maior entre recargas, e a RAM extra “vai permitir que mais Glassware [apps] rode em paralelo e que cada um deles abra mais rapidamente”.

Este hardware estará disponível inclusive quem comprar o Glass no Reino Unido, onde ele custa £ 1.000 (cerca de R$ 3.700).

Também há novidades de software aqui: a interface da câmera agora mostra a parte do seu campo de visão que será capturada na foto. Para ativá-lo, basta dizer “ok glass, show the viewfinder”.

GlassScreenShot-2014-06-22-15-23-10-PM

Ele também vai ganhar os novos cards do Google Now para lembrar onde você estacionou seu carro, e para rastrear encomendas.

Também há alguns novos apps para o dispositivo: o Shazam permite identificar músicas com o comando “OK Glass, recognize this song”; o Star Chart exibe as constelações direto na tela do Glass; o Duolingo para estudar idiomas; entre outros.

Os ajustes de software serão distribuídos a todos os usuários em breve. O novo hardware, no entanto, só estará disponível nas unidades do Glass vendidas daqui em diante.

Estes pequenos ajustes no hardware sugerem que o Glass vai demorar em se tornar um produto para consumidores; é improvável que ele seja o centro das atenções no evento Google I/O de hoje, já que a empresa revelou todos esses detalhes de antemão – mas continuaremos atentos a possíveis novidades. [Google via Verge]